Paraná

13/02/2020

SENAR-PR contribui para segurança em SJP

Por: Comunicação Social – Sistema FAEP/SENAR-PR

As capacitações promovidas pelo SENAR-PR, muitas vezes, ultrapassam as fronteiras do campo. Em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), profissionais de segurança e meio ambiente estão participando de uma série de cursos ofertados pela entidade, resultado de uma parceria com o sindicato rural do município. Segundo a Secretaria de Segurança de São José dos Pinhais, cerca de 40 agentes já passaram pelas qualificações, que incluem os cursos “Operação e Manutenção de Motosserra”, “Apicultura” e “Operação de Drones”. O próximo a ser realizado é o de “Trabalho em Altura”.

A demanda partiu da própria Guarda Municipal, que viu a necessidade de aperfeiçoar estratégias para melhorar a atuação no município. Com a compra de novos equipamentos para dar assistência às atividades, incluindo três drones, em outubro do ano passado, a Secretaria de Segurança identificou a necessidade de preparar os profissionais. “A nossa Guarda Municipal sempre procurou ficar na vanguarda em equipamentos e tecnologias. É uma iniciativa para melhorar o serviço oferecido à população, não apenas da parte da Guarda Municipal, mas também pela Defesa Civil, Polícias Militar e Ambiental”, afirma o secretário da pasta, Fabiano da Rosa.

Os três drones foram divididos entre as corporações, cujos profissionais passaram pela qualificação do SENAR-PR. A Defesa Civil, por exemplo, utiliza o equipamento para mapeamento de áreas em ações de socorro, assistenciais e reconstrutivas. De acordo com a Secretaria de Segurança, a implantação desta tecnologia permite um trabalho mais assertivo e eficiente, além de as informações permanecerem documentadas em um sistema próprio.

Em relação ao policiamento ambiental, o drone também irá possibilitar um monitoramento mais preciso de áreas passíveis de crimes ambientais, como desmatamento e queimadas. A Guarda Municipal, por sua vez, fará uso do equipamento para reforçar as ações de segurança pública.

De acordo com o chefe da Divisão de Monitoramento e Comunicação da Guarda Municipal de São José dos Pinhais, Julio Cesar Guedes Ferreira, a Polícia Militar já vinha utilizando drones em suas operações e isso serviu de exemplo para a Guarda Municipal.

“O drone incrementa muito o potencial de trabalho, oferece mais segurança e é mais econômico. Por exemplo, conseguimos fazer o monitoramento de grandes áreas pelo drone ao invés de mandar uma equipe, que demanda mais custos operacionais”, explica Ferreira.

Além do aparato tecnológico, as capacitações em motosserra e apicultura também irão auxiliar os profissionais em situações corriqueiras que demandam conhecimentos específicos, como manutenção e valoração de motosserras apreendidas e remoção de colmeias de abelhas que oferecem risco à população. “Por meio dessa parceria, o sindicato rural tem uma participação efetiva na comunidade, ajudando a torná-la melhor dentro de nossas condições de atuação”, destaca o presidente do Sindicato Rural de São José dos Pinhais, Paulo da Nova.

Veja também