22/08/2019

Brasil pode ser modelo de boas práticas para o continente

Debates durante a Semana do Clima, em Salvador (BA)

Brasília (22/08/2019) - O Brasil está na frente na implantação de ações que reduzem a emissão de gases de efeito estufa, afirmou o coordenador de Sustentabilidade da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Nelson Ananias Filho, que participa da Semana Regional do Clima em Salvador.

O assunto foi tema do painel Soluções Baseadas na Natureza (agricultura e gestão de terras), que abordou as boas práticas agrícolas desenvolvidas por alguns países que podem servir de modelo para os demais, como a política de baixa emissão de carbono no Brasil.

“O uso do solo e suas mudanças são importantes componentes das Contribuições Nacionalmente Determinadas (NDCs). O Brasil já possui grandes ambições neste esforço, cumprindo suas metas voluntárias, investindo em tecnologias, recursos humanos e financeiros e criando um sistema regional de agricultura ABC", afirmou Filho.

O coordenador ressaltou que a mitigação surge como modalidade a ser adotada nas NDCs referentes ao uso do solo, associada à recuperação de florestas, o que já acontece no Brasil com o cumprimento do Código Florestal.

"Essas ações constam claramente em nossas NDCs. No entanto, defendemos a adaptação como forma de conciliar as contribuições com desenvolvimento sustentável e segurança alimentar."

Na quarta (21), a CNA também acompanhou o Fórum dos Governadores, em que foram destacadas as ações subnacionais desenvolvidas nos estados.

Outro debate foi sobre o REDD+, incentivo desenvolvido pela Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, para recompensar financeiramente países em desenvolvimento por seus resultados de redução de emissões de gases de efeito estufa provenientes do desmatamento e da degradação florestal.

O Brasil capta REDD+ em projetos como o Floresta+. O Green Climate Fund pagará US$ 96,5 milhões ao Brasil pelos resultados alcançados no Bioma Amazônia entre 2014 e 2015.

A Semana Regional do Clima América Latina e Caribe termina na sexta (23) com as conclusões e recomendações que serão encaminhadas para a Convenção de Mudanças Climáticas (COP25), que acontece de 2 a 13 de dezembro, no Chile.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil

Áreas de atuação

Meio Ambiente

Veja também