Com custos em alta desde o início do ano, momento é de avaliar a composição do rebanho da pecuária de leiteira

Por: CNA em parceria com o SENAR e o Cepea/USP

O ano de 2021 segue bastante desafiador aos produtores que se dedicam à pecuária leiteira. De janeiro a junho, o Custo Operacional Efetivo (COE) da atividade acumula forte avanço de 11,49%. Essa alta é observada mesmo após o custo ter subido expressivos 23,24% ao longo de todo o ano passado. O insumo que mais vem pesando no bolso do produtor tem sido o concentrado, que se valorizou 11,34% (“média Brasil”) no primeiro semestre de 2021. Esse cenário é resultado dos elevados preços da soja e do milho que nos últimos doze meses se valorizaram 35,19% e 85,72% respectivamente, o atual cenário é resultado da forte demanda tanto no mercado interno quanto externo e os baixos estoques nacionais.

Áreas de atuação

Pecuária de Leite

Veja também