22/09/2021

Dia da Banana – Fruta é cultivada em todos os estados

Brasília (22/09/2021) – Fruta mais consumida no Brasil, a banana é versátil, rica em potássio, vitaminas e fibras, e seu consumo é tão difundido pelo país que foi instituído o dia 22 de setembro para comemorar e lembrar a importância desse alimento para os brasileiros.

De acordo com a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2017/2018, o brasileiro consome em média 25 quilos de banana per capta/ano.

As condições climáticas permitem que a banana seja cultivada de Norte a Sul do país durante o ano todo. Segundo o IBGE, a estimativa da produção nacional em 2021 é de 7 milhões de toneladas em uma área de 465,9 mil hectares.

O Brasil é o quarto maior produtor de banana do mundo, atrás apenas da Índia, China e Indonésia. Praticamente tudo o que é produzido é destinado ao mercado interno, sendo exportado apenas 1%.

São Paulo é o maior estado produtor de banana com 1 milhão de toneladas e participação de 15,3% do total Brasil. Em segundo lugar aparece o estado da Bahia, com 878,5 mil toneladas. Em seguida Minas Gerais (801,7 mil/ton) e Santa Catarina (714,3 mil/ton), conforme dados do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA/IBGE).

As variedades de banana mais cultivadas no Brasil são as de mesa, como a prata, nanica, maçã e ouro. Cada bananeira produz de uma só vez, de 5 a 15 pencas e cada fruta madura pesa, em média, 100 gramas com uma composição de 75% de água e 25% de matéria seca.

A bananicultura no Brasil também desenvolve um papel social importante. A atividade gera 500 mil empregos diretos e quase metade da sua produção vem da agricultura familiar.

Curiosidades sobre a banana:

- Quando as bananas ficam maduras, o amido se transforma em açúcar, por isso são mais doces quanto estão maduras;
- Existe um museu da banana, localizado na Califórnia (EUA) com diferentes produtos, sendo a maior coleção do mundo dedicada a uma fruta;
- No início dos anos 1900, “pisar em cascas de bananas” constituía um perigo para a saúde;
- Duas bananas contêm energia suficiente para um exercício físico intenso;

Veja o depoimento de produtores:

MILTON DE ALBUQUERQUE

Tatuí – São Paulo

Milton começou sua atividade a partir de 2004. Sua motivação veio da necessidade de se ter um mercado competitivo em Tatuí. Na época em que o município tinha 100 mil habitantes, apenas um produtor fornecia a banana para o comércio e era ele quem ditava os preços e regras.

“A banana é uma fruta popular e boa de trabalhar, por isso também me motivei a iniciar na atividade”, disse.

Além de bananicultor, Milton é instrutor do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) de São Paulo. Para ele, produzir a fruta exige muita tecnificação e mão de obra (direta e indireta). “A banana não é uma fruta simples que se plantar nasce. Ela tem seu valor agregado e requer tecnologia em vários processos da produção”.

ERVINO TEOBALDO KOGLER

Bom Jesus da Lapa – Bahia

A plantação do produtor Ervino, que também é presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Bom Jesus da Lapa (BA), teve início em 2005. A decisão foi motivada pelo clima favorável na região, boa disponibilidade de água e pelo gosto da atividade de fruticultura.

Ervino já participou de cursos oferecidos pelos Senar Bahia e atualmente é assistido pelo Programa Agronordeste, uma iniciativa do Ministério da Agricultura, em parceria com o Senar.

Para ele, a banana é indispensável na alimentação de adultos e crianças. “É uma das frutas mais consumidas no Brasil e muito rica em fibras e vitaminas”.

FELIPE EDUARDO SIMÕES GOMES

Janaúba – Minas Gerais

Felipe Eduardo vem de uma geração de produtores. “A bananicultura está presente na minha família desde 1997. Mas foi em 2018 que iniciei a produção da fruta juntamente com o meu pai”.

O produtor já teve acompanhamento técnico do Senar Minas e participou de curso sobre aplicação de defensivos.

“A banana é de suma importância para o desenvolvimento econômico do país, pois gera fontes de trabalho em toda a cadeia, desde o plantio da fruta até a venda nos supermercados, varejos e bancas”.

LEONARDO GUIMARÃES

Jequitinhonha – Minas Gerais

Leonardo Guimarães faz parte da Associação dos Produtores de Fruticultura Irrigada de Jequitinhonha (ASPFIJE). Os doze produtores associados cultivam em uma área de 200 hectares, desde 2003. “As maiores motivações de se plantar banana na região são o emprego e a lucratividade. Temos solo, clima e terras boas para cultivar a fruta”.

Leonardo contou que seu irmão foi mobilizador do Senar Minas e por isso teve acesso aos diversos cursos oferecidos pela entidade.

Segundo ele, os associados da ASPFIJE são cadastrados no AgriTrace Vegetal, sistema de rastreabilidade desenvolvido pela CNA, através de seu Instituto, para auxiliar os produtores a se adequarem às exigências da INC nº 2 do Ministério da Agricultura e da Anvisa.

PEDRO ARAÚJO

Timbé do Sul – Santa Catarina

Pedro começou a plantar a fruta em 1985. Entre vários motivos que o levou a começar a atividade, a segurança em ter uma renda mensal foi a principal. “A banana não tem safra. Damos uma renovada nela e em 3 a 4 meses ela já está produzindo de novo. É uma cultura que tem uma renda fixa”.

Após anos cultivando a fruta em sistema convencional, no ano de 2006 o produtor catarinense mudou para o sistema orgânico. “Queria fazer algo diferenciado”.

Pedro explicou que com a produção orgânica foi necessário criar uma associação para auxiliar na comercialização e no planejamento da produção. A Associação dos Agricultores Ecologistas Vida Nova hoje é liderada por ele. Os associados já foram atendidos pela Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Senar/SC.

EMERSON GENEROSO

Santa Rosa do Sul – Santa Catarina

Emerson sempre trabalhou com banana, mas há 8 anos que cultiva a fruta em sistema de produção orgânica. Ele também faz parte da Associação dos Agricultores Ecologistas Vida Nova.

“Em 2019 tivemos um curso de capacitação pelo Senar/SC sobre agroecologia. Aprendemos muita coisa sobre manejo do solo e ervas daninha”.

Para o produtor, a banana é uma fruta saborosa e está presente na mesa de qualquer brasileiro.

Veja o Agro Desafio - A banana tem origem em qual região do planeta?

Veja a reportagem ATeG Senar (MT) melhora o cultivo, reduz despesas, com tecnologia na produção de banana.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Áreas de atuação

Fruticultura

Veja também