07/05/2018

Aumento de 9,5% no último mês reacende cenário da produção leiteira no PR

Por: feed&food

Uma possível queda na captação do leite e aumento na concorrência entre os laticínios tem feito os preços da produção leiteira caírem. Somente em janeiro deste ano o valor estava 12,5% menor do que no mesmo período de 2017. No entanto, uma recuperação no último mês vem reacender o cenário para os produtores do Paraná.

Em abril a média do litro do leite foi de R$ 1,15, já 9,5% maior que no início do ano. Essa alta pode auxiliar o produtor a recuperar o capital perdido no primeiro trimestre. Os dados são do Departamento de Economia Rural do Paraná (Deral, Curitiba/PR).

“De acordo com alguns levantamentos, a produção vem caindo desde dezembro de 2017. Segundo informações de algumas empresas do mercado, a produção aferida em dezembro de 2017 foi 3% a 4% menor do que os volumes produzidos em dezembro de 2016 (considerando os mesmos produtores)”, destaca o médico-veterinário Fábio Mezzadri, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná (SEAB, Curitiba/PR).

A queda, no entanto, ainda é reflexo de alguns fatores que começaram em 2016, como a alta nos preços do milho e da soja, o que ocasionou um aumento no custo da produção leiteira. Outro fator apontado pelo especialista é a queda do consumo de lácteos pelos supermercados.

Já no varejo, o valor teve um aumento de 22,1% desde janeiro deste ano. A alta é resultante da queda na produção. Nos dois últimos meses, a "inflação do leite" foi de 8%, com média passando de R$ 2,35 para R$ 2,54 por litro.

Áreas de atuação

Pecuária de Leite

Veja também