Sergipe

11/10/2018

Senar/SE oferece treinamento para 200 produtores da Assistência Técnica

Por: Senar/SE

Sergipe (11/10/2018) - A escrituração zootécnica é o conjunto de práticas relacionadas às anotações da propriedade rural que possui atividade de exploração animal. É sobre esta prática que 200 produtores rurais distribuídos em 10 municípios sergipanos receberão um treinamento durante quatro semanas.

O treinamento de escrituração zootécnica é fruto do Programa de Formação Profissional Rural (FPR) oferecido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SE). O treinamento será realizado nos municípios de: Aquidabã, Feira Nova, Itabi, Monte Alegre, Nossa Senhora de Lourdes, Graccho Cardoso, Gararu, Neópolis, Riachão do Dantas e Nossa Senhora da Glória.

O curso sobre escrituração zootécnica ministrado para os produtores tem uma metodologia diferente dos treinamentos de Formação Profissional Rural (FPR) oferecidos pelo Senar/SE. Segundo o coordenador de FPR, Gladson Santos, o treinamento possui duração de 16 horas.

“Um treinamento mais focado na parte prática. O curso está dividido em quatro semanas com conteúdo teórico e prático. Ao final do treinamento, o produtor analisará todos os dados levantados durante o curso com técnico do ATeG”, explica.

Assistência Técnica

A coordenadora da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), Taynã Matos, explica que os 200 produtores fazem parte do ATeG, programa realizado pelo Senar/SE que oferece aos produtores visitas mensais nas propriedades. Os técnicos orientam como gerenciar a propriedade e aumentar a produtividade.

“Além da assistência, os produtores participam de treinamentos e missões técnicas. O primeiro treinamento deste grupo que está iniciando agora é sobre escrituração zootécnica porque é o passo inicial. Através deste treinamento, os produtores aprendem a anotar todas as atividades da propriedade, inclusive informações sobre o rebanho”.

Ainda segundo Taynã, a utilização das informações disponibilizadas com a escrituração zootécnica permite ao produtor um gerenciamento muito mais eficiente do rebanho e da propriedade. As principais vantagens são: conhecer melhor cada um dos animais, identificar os mais produtivos; identificar com rapidez possíveis problemas com o rebanho, facilitar o manejo, reduzir custos com alimentação, entre outros benefícios.

No mês de novembro, mais um treinamento de FPR será disponibilizado para aos produtores sobre manejo alimentar. O curso será oferecido aos 200 produtores assistidos pelo Programa de Assistência Técnica e Gerencial.



Veja também