Mato Grosso do Sul

19/06/2020

De olho no mercado, horticultor segue orientações do Senar para melhorar manejo e atender demanda por variedade e qualidade

Por: Leandro Abreu Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul

Escalonamento, fertirrigação, combate de pragas e gerenciamento foram as principais ações implantadas na propriedade

Escalonamento de produção, fertirrigação, combate de pragas e gestão administrativa. Essas foram algumas das recomendações do programa de ATeG Horticultura implantadas na propriedade de Eli Geller, no município de Caarapó. Com a adoção das práticas, o produtor melhorou o manejo das hortaliças, atendendo à crescente demanda por variedade e qualidade. Esse é o case de sucesso da série semanal “Senar/MS Transformando Vidas”.

“Nossa principal cultura sempre foi a alface crespa. Já tínhamos uma área disponível e sabíamos da demanda do cliente. Juntamente com o técnico do Senar, optamos por plantar outras espécies como repolho, brócolis e couve-flor. Nessa época de inverno, as vendas das folhosas caem muito. Então foi tomada essa decisão para atender nossos clientes”, comentou.

O produtor ressalta a importância do acompanhamento do técnico de campo em sua propriedade. “A chegada do Senar nos ajudou muito no combate a doenças e pragas. Passamos também a ter mais controle de custo de produção. Elaboramos uma planilha e sabemos agora quanto gastamos para produzir, para vender no preço certo”, detalhou.

Outras medidas recomendadas pela ATeG Horticultura foram em relação ao sistema de irrigação e escalonamento no plantio. “Antes fazíamos no sistema de aspersão, mas agora, com a orientação do técnico, optamos pela fertirrigação por gotejamento, que é mais vantajosa. Já com o escalonamento do plantio, passamos a ter produtos disponíveis toda semana”, comemora.

Transformando Vidas – Toda sexta-feira, o Sistema Famasul divulga uma reportagem sobre a atuação do Senar/MS e suas transformações no campo. Acesse AQUI e confira outros depoimentos.

Confira também informações sobre ‘Mercado Agropecuário’ e ‘Educação no Campo’ referentes a Horticultura.

Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul - Leandro Abreu 

Veja também