Mato Grosso

26/06/2020

Com capacidade mínima, cerca de 70 pessoas são capacitadas em Sapezal

Por: Assessoria de Imprensa/Senar-MT Fonte: Assessoria de Imprensa/Senar-MT

Mesmo em ritmo acelerado pelas safras do milho e do algodão, trabalhadores de Sapezal tem se organizado para ampliar conhecimentos técnicos. Em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), o Sindicato Rural do município está realizando seis treinamentos desde a segunda-feira (22.06), e até o dia 27 serão nove, totalizando cerca de 70 pessoas capacitadas, respeitando a capacidade mínima das turmas.

Dentre os cursos mais procurados estão as Normas Regulamentadoras, exigências legais para trabalhar no campo, como para trabalhos em espaços confinados (NR33), para prevenção de acidentes com defensivos agrícolas (NR 31.8) e prevenção de acidentes com máquinas agrícolas (NR 31.12). Além deles, há demanda para os cursos de operação de pás carregadeiras, empilhadeiras e classificação de grãos.

De acordo com o presidente do Sindicato Rural de Sapezal, Cleto Webler, foi feita uma seleção dos cursos que seriam mais apropriados para esse período. "Aqueles treinamentos que precisam de mais contato direto e aproximação entre as pessoas, como o de brigadistas, foram suspensos, mas os cursos que podem ser realizados com distanciamento social continuaram".

Além da distância mínima, os participantes devem usar máscaras e realizar higienizações regularmente com álcool em gel 70%. Devido ao toque de recolher às 21h, determinado desde maio pela Administração Municipal, alguns treinamentos foram cancelados.

Para oferecer segurança aos participantes, cada turma contém entre oito e dez participantes e as aulas são ministradas no Núcleo Avançado de Capacitação (NAC) e em demais propriedades rurais da região.

Veja também

Produtor, neste momento de crise em razão do coronavírus, você não está sozinho. Clique aqui e fale com nossos técnicos.