Setor produtivo lança diretrizes estratégicas da cadeia da cachaça até 2025
Cachaca wenderson

Documento foi apresentado durante live realizada pelo Ministério da Agricultura, com apoio da CNA

20 de dezembro 2021
Por CNA

Brasília (20/12/2021) – O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) lançou, na última sexta (17), as Diretrizes Estratégicas da Cadeia Produtiva da Cachaça até 2025. O documento foi apresentado em live realizada com o apoio da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e do Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac).

A nova agenda foi construída pelos integrantes da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Cachaça, dentre eles produtores e entidades do setor, e traz orientações para garantir o ordenamento, a organização, a sistematização das ações, projetos e programas para que o setor se desenvolva nos próximos anos.

“Essas diretrizes trazem um direcionamento de ações, viabilizando o desenvolvimento e agregação de valor da cadeia de forma responsável e economicamente viável, pensando nos pequenos, médios e grandes produtores”, afirmou a assessora técnica da CNA, Eduarda Lee.

Durante o lançamento, o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Guilherme Bastos, destacou que apesar de a cachaça ser produzida de Norte a Sul do país, o setor enfrenta dificuldades relacionadas à carga tributária, falta de informações na ponta e a pulverização de órgãos para registros e certidões. 

“Precisamos valorizar a cachaça como bebida genuinamente brasileira.  E isso passa pela profissionalização do setor e pelo estabelecimento das diretrizes estratégicas. É necessário que os integrantes da Câmara participem do processo para que possamos desenvolver políticas para esse setor que emprega, gera divisas, traz prêmios para o país, inova e cria novas profissões”, disse.

Segundo a presidente da Câmara Setorial da Cachaça, Alexsandra Machado, o processo de construção das diretrizes estratégicas iniciou no primeiro semestre. “Foi um ano de muito trabalho para o setor. As diretrizes foram criadas para os produtores, associações, para o setor produtivo”.

Dentre as diretrizes apresentadas estão: seguir os padrões de identidade e qualidade, elaborar e operacionalizar um programa único de promoção e comunicação, desenvolver inteligência competitiva da cachaça, combater o consumo irresponsável e atuar junto ao governo para revisar a carga tributária do destilado.

Assista a live de lançamento das Diretrizes estratégicas da Cadeia Produtiva da Cachaça:


Assessoria de Comunicação CNATelefone: (61) 2109-1419flickr.com/photos/canaldoprodutortwitter.com/SistemaCNAfacebook.com/SistemaCNAinstagram.com/SistemaCNAfacebook.com/SENARBrasilyoutube.com/agrofortebrasilfort

Áreas de atuação