17/07/2020

Projeto Monitor do Seguro Rural avalia produtos e serviços disponíveis para banana

Brasília (17/07/2020) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou na sexta (17) da terceira reunião virtual do projeto Monitor do Seguro Rural para discutir e avaliar produtos e serviços de seguro disponíveis para a cultura da banana.

O projeto é uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com a CNA e outras entidades do setor. Participaram do encontro produtores rurais, representantes dos setores público e privado, além de seguradoras.

De acordo com o diretor do Departamento de Gestão de Riscos da Secretaria de Política Agrícola do Mapa, Pedro Loyola, existem produtos de seguro rural para a banana há mais de seis anos, mas a contratação ainda é muito baixa.

“O objetivo da reunião foi entender porque a demanda não corresponde ao valor disponível e como os produtos ofertados podem ser aperfeiçoados para atender às necessidades da atividade”.

Segundo a assessora técnica da CNA, Fernanda Schwantes, atualmente apenas uma seguradora detém 90% das apólices contratadas por ano para banana e as contratações não ultrapassam 30 apólices.

“Ainda é um mercado novo, mas muitos produtores ficaram interessados após a ocorrência do ciclone na Região Sul, que devastou as plantações em Santa Catarina e causou prejuízos expressivos”, disse Schwantes.

Diante deste cenário, o Ministério da Agricultura incluiu a cultura no projeto piloto do Programa de Seguro Rural (PSR) para produtores que se enquadram no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Além da banana, também foram incluídos maçã, uva, milho primeira safra e soja.

Para banana, maçã e uva, serão destinados R$ 10 milhões para contratação de apólices, com 60% de subvenção ao prêmio do seguro. Para milho primeira safra e soja, serão disponibilizados R$ 40 milhões, com 55% de subvenção. Os recursos serão liberados de julho a setembro.

Durante a videoconferência, a superintendente de Seguros Agrícolas do Mapfre, Catia Rucco Rivelles, fez uma apresentação sobre os produtos e serviços que a empresa oferece para os produtores de banana.

“Nosso produto de seguro foi lançado em 2010 e São Paulo é o estado que mais contrata. Ele cobre as perdas de quantidade e qualidade das frutas, causadas por granizo ou ventos fortes”.

Catia explicou que, momento da contratação o produtor escolhe se a cobertura será para banana descarte (mesa) ou banana indústria. Essa escolha refere-se à destinação da produção do bananal e como será categorizado o percentual de perda de qualidade da produção em um eventual sinistro ocorrido na área segurada.

“Para os casos de produtores que não possuem indústrias próximas às lavouras para a compra da produção, é sugerida a contratação da opção descarte”, pontuou.

Confira o calendário de reuniões do Projeto Monitor do Seguro Rural:

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil

Áreas de atuação

Política Agrícola

Veja também