13/05/2022

CNA discute abertura do mercado europeu para o pescado brasileiro

Brasília (13/05/2022) – O presidente da Comissão Nacional de Aquicultura da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Francisco Hidalgo Farina, e a diretora de Relações Internacionais da entidade, Sueme Mori, reuniram-se nesta semana com adidos agrícolas do Brasil na União Europeia (UE) para discutir a abertura do mercado europeu para o pescado nacional.

“O setor produtivo já perdeu muito e nesse momento precisamos de respostas rápidas”, afirmou Farina, ao citar a suspensão de importações de pescado por parte da União Europeia.

“A suspensão ocorreu devido a restrições na frota de barcos pesqueiros do País, que não envolvem a aquicultura, mas acabaram prejudicando o setor”, ressaltou.

O presidente da Comissão sugeriu ainda a realização de um Festival Internacional do Tambaqui da Amazônia para promover o pescado nacional. No País, o festival é realizado anualmente por meio da parceria entre Sebrae, Associação de Criadores de Peixes do Estado de Rondônia (Acripar) e governo estadual.

Para os adidos agrícolas Guilherme Costa e Bernardo Todeschini, o Festival Internacional pode ser um evento importante para a promoção do pescado brasileiro na UE, aumentando o conhecimento da população europeia sobre o pescado produzido de forma técnica no Brasil.

Também participaram da reunião a coordenadora de Produção Animal da CNA, Lilian Figueiredo, e os assessores técnicos Elena Castellani e Pedro Rodrigues.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Áreas de atuação

Aquicultura

Veja também