Alagoas

12/02/2019

Agricultores capacitados pelo Senar AL comercializam produtos orgânicos em feira de Penedo

Por: Álvaro Müller/Ascom/Senar Alagoas

Fim de tarde de uma quarta-feira e a Praça Santa Isabel, na cidade de Penedo, está lotada. Em bancas enfileiradas, 30 agricultores capacitados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Senar Alagoas – atendem a uma multidão, comercializam alimentos orgânicos, mais saudáveis e baratos. Promovida pela Prefeitura com o apoio do Sindicato Rural do município, a Feira da Agricultura Familiar é um sucesso.

“Antes a gente vendia na rua e o povo não dava valor, também porque não sabia o que era um produto orgânico. Agora estamos vendendo bem, graças a Deus”, comemora Sivaneide Santos, 48 anos, agricultora do povoado Ilha do Jegue. Ao lado do marido Antônio Carlos, 53, ela produz e vende macaxeira, jenipapo, pimenta, coco, mamão, jamelão, goiaba, acerola e hortaliças.

Para oferecer alimentos de melhor qualidade e garantir mais lucratividade nos negócios, o casal decidiu se capacitar. Fez o curso de Olericultura (Controle de Pragas e Doenças) e também participou do programa Negócio Certo Rural, este último, fruto de uma parceria do Senar com o Sebrae em Alagoas. “Os cursos são tudo de bom para o agricultor familiar. A gente aprende muita coisa, inclusive, a administrar nossa terra. Passa a ter o controle do que está entrando e saindo”, avalia Antônio.

Aos 21 anos, Paulo Henrique de Almeida, do povoado Murici, comercializa farinha, tapioca, pé-de-moleque, bolo de puba, entre outros derivados da mandioca. Ele já concluiu o Negócio Certo Rural e hoje é aluno do curso Técnico em Agronegócio do Senar Alagoas. As capacitações só têm trazido desenvolvimento para o jovem agricultor. “Hoje eu tenho noção dos gastos e do lucro. Já estou colocando meu plano de negócios em prática e a minha renda aumentou entre 30% e 40%. E com essa feira, então, ficou ainda melhor. Esta é a quinta edição, eu participei de todas e nunca voltei com mercadoria para casa”, observa.

A feira de produtos orgânicos é organizada pela Secretaria de Agricultura de Penedo, que disponibiliza toda a estrutura e o transporte para os agricultores familiares. A iniciativa desenvolvida com o apoio do Sindicato Rural promove a melhoria da qualidade de vida da população do campo e movimenta a economia da cidade. “Cada agricultor desse tem aproximadamente três famílias trabalhando para ele. Estamos gerando emprego e renda para todo mundo e promovendo o desenvolvimento do município”, afirma o secretário municipal de Agricultura de Penedo, Messias da Filó.

A parceria entre a Prefeitura e o Sindicato Rural viabilizou a realização de 15 cursos do Senar Alagoas para os agricultores de Penedo, somente no ano passado. “Estamos conseguindo o nosso objetivo, que é capacitar o produtor para que ele prospere e tenha a sua cidadania garantida, além de contribuir para que a população consuma um alimento mais saudável, pois nós ensinamos o controle de pragas de maneira orgânica e não com produtos químicos. Espero que esta iniciativa sirva de incentivo para outras cidades e regiões do estado”, diz Murilo Rezende, presidente do Sindicato Rural do município.

Técnica em Alimentação Escolar, Rosane Tavares vê o projeto com otimismo. “Era um desejo meu que acontecesse há muito tempo essa feira de produtos orgânicos em Penedo. Isso ajuda o agricultor e a gente consegue ter acesso a produtos colhidos no tempo certo, sem incentivo de crescimento”, comenta.


Certificados
Nessa última quarta, 6, os produtores rurais do povoado Ilha do Jegue, que participam da Feira da Agricultura Familiar de Penedo, receberam o certificado de conclusão do programa Negócio Certo Rural. A iniciativa do Senar em parceria com o Sebrae tem o objetivo de ensinar aos agricultores conceitos de empreendedorismo, planejamento e administração, para que eles eles possam desenvolver um plano e gerenciar melhor os negócios. O Sindicato Rural foi o responsável pela mobilização da comunidade.

“Por se tratar de um curso gratuito, de curta duração e voltado ao planejamento e administração de pequenos negócios, o programa fortalece o empreendedorismo e melhora o desempenho das atividades no campo, com impacto positivo na geração de renda e novos negócios”, ressalta o coordenador do Negócio Certo Rural em Alagoas, Sidney Santana Rocha.

Veja também