Agropecuária segue gerando empregos. Em 2021 já abriu 185 mil novas vagas de trabalho

Por: Diretoria Técnica da CNA

O Brasil registrou criação líquida de 372.265 empregos formais em agosto de 2021, conforme o Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). O resultado ficou 18% acima do registrado em julho, quando o País havia registrado saldo positivo de 316.580 novos postos. O saldo de empregos em agosto é o resultado de um total de 1.810.434 admissões e 1.438.169 desligamentos. Em agosto de 2020, o mercado de trabalho formal havia registrado criação líquida de 249.388 vagas, 33% abaixo do valor de 2021.

Em agosto, o setor que gerou o maior número de vagas líquidas de emprego foi o de Serviços (180.660), puxando a retomada econômica, seguido de Comércio (77.769), Indústria (72.694), Construção (32.005) e Agropecuária (9.232).

A vacinação vem ajudando bastante na recuperação da economia brasileira, e tem grande impacto no número de contratações do mercado de trabalho. Até o momento, segundo o Ministério da Saúde, mais de 230 milhões de doses de vacinas já foram aplicadas no país, com cerca de 89 milhões de pessoas já imunizadas com a segunda dose ou dose única. As previsões governamentais são de que todos os adultos estarão completamente imunizados com a segunda dose ou dose única até o final de 2021, dando um folego ainda maior para o mercado de trabalho.

Áreas de atuação

Núcleo Econômico

Veja também