12/05/2021

Sistema CNA/Senar e entidades do setor lançam o Agro Fraterno

Brasília (12/05/2021) – Entidades do setor agropecuário lançaram, na quarta (12), o Agro Fraterno, programa que vai arrecadar e doar alimentos para famílias mais necessitadas e afetadas pela pandemia da Covid. O movimento é liderado pelo Sistema CNA/Senar, pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina, pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), pelo Instituto Pensar Agro (IPA) e por outras entidades do setor.

A iniciativa foi apresentada em reunião no Palácio do Planalto que contou com a participação do presidente do Sistema CNA/Senar, João Martins, de forma virtual, do presidente da República, Jair Bolsonaro, dos ministros João Roma (Cidadania) e Tereza Cristina (Agricultura), do diretor-geral do Senar, Daniel Carrara, além dos presidentes da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), Sérgio Souza, do IPA, Nilson Leitão, e do Sistema OCB, Márcio Lopes, além de representantes de diversas entidades do agro.

“O agro sabe de sua responsabilidade e assume o compromisso de defender os menos favorecidos nesse momento de grave crise sanitária gerada pela pandemia da Covid 19. Sob a liderança da ministra Tereza, nós vamos somar forças pra suprir as necessidades da população com o que sabemos fazer de melhor: produzir e abastecer com alimentos. Com o Agro Fraterno, queremos socorrer os brasileiros mais necessitados”, afirmou João Martins.

Segundo ele, a CNA já conseguiu arrecadar 100 mil cestas básicas para iniciar a campanha de doação, mas que o objetivo é aumentar esse número por meio de doações de produtores e suas entidades. “É o compromisso de um agro solidário e fraterno”, afirmou Martins.

A ministra Tereza Cristina destacou o espírito de solidariedade das entidades do agro, setor que não parou de trabalhar na pandemia. Segundo ela, o apoio das entidades vai se somar aos esforços que estão sendo feitos pelo governo.

Já o ministro João Roma falou da importância dos esforços conjuntos para garantir segurança alimentar e nutricional a quem mais precisa. Neste contexto, ele destacou o apoio do Sistema CNA/Senar e o trabalho da ministra Tereza Cristina para mobilizar o setor. Por sua vez, o presidente Jair Bolsonaro reafirmou seu compromisso de colaborar com as ações do setor.

O programa é voltado para a participação de produtores, empresas e entidades ligadas ao setor, que podem fazer a adesão de forma voluntária. As doações são livres e podem ser feitas tanto com cestas básicas, recursos ou alimentos, de acordo com a opção dos doadores.

Para participar da iniciativa, o doador poderá, em breve, entrar no ambiente www.agrofraterno.com.br, fazer seu cadastro e registrar sua doação, documentando como foi realizada, onde e para quem, entre outras informações. Além das informações, o doador poderá colocar fotos, vídeos, matérias ou outros materiais que julgar importante para comprovar a doação.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Veja também