17/11/2021

Sistema CNA/Senar conhece projeto de redução de desperdício de alimentos

Brasília (17/11/2021) – O Sistema CNA/Senar conheceu o Projeto Prodal, desenvolvido pelo Instituto CeasaMinas para reduzir o desperdício de alimentos no estado. A iniciativa foi apresentada, na quarta (17), na sede da entidade, em Brasília, em reunião com o ministro da Cidadania, João Roma, e parlamentares.

O Prodal consiste no aproveitamento de alimentos que, por questões comerciais, não foram vendidos e seriam descartados, mesmo em boas condições para consumo. Desta forma, o Instituto Ceasa Minas consegue não apenas reaproveitá-los, como também fornecer para pessoas em situação de risco alimentar e vulnerabilidade social.

Segundo o presidente do Instituto, Ricardo Carnaval, esta ação é feita por meio de parcerias com 180 instituições mineiras, beneficiando 27,6 mil pessoas por semanas. Os alimentos são desidratados e transformados em mix de legumes, macarrão e proteína de soja, entre outros produtos.

“Tudo que não é comercializado, mas está apto para o consumo, nós aproveitamos. São 120 toneladas de alimentos por mês que fornecemos para escolas, creches, hospitais, asilos. É um projeto que existe desde 2006 e que faz a desidratação desde 2016 16 para garantir a nutrição aos que mais precisam”, explicou.

Para o vice-presidente da CNA, Mário Borba, iniciativas como a do Instituto CeasaMinas e o Agro Fraterno, em que a CNA arrecada doações de cestas de alimentos para as famílias mais necessitadas, mostram o compromisso do setor agropecuário em reduzir a insegurança alimentar no Brasil.

Segundo ele, estas ações podem se estender a outros estados e municípios para buscar soluções para ajudar pessoas carentes.

Já o ministro João Roma reforçou que iniciativas como a do Instituto CeasaMinas “mostram um grande vetor para a questão da superação da fome no Brasil”. Ele também destacou a importância do Agro Fraterno para ajudar a parcela da população que está na faixa da extrema pobreza.

“A CNA tem sido um parceiro determinante na superação dessa etapa uma vez que, através do Agro Fraterno, tem dado sua contribuição interligando o setor produtivo com parcelas da nossa sociedade que está em situação de necessidade. É o Brasil que tem dando as mãos para o Brasil que não tem”, disse Roma.

O almoço servido no encontro na CNA foi preparado com os produtos do Projeto Prodal. Também participaram os deputados José Mário Schreiner (DEM-GO), vice-presidente da CNA, Eros Biondini (Pros/MG), Pedro Lupion (DEM/PR), Igor Timo (Podemos/MG), Vermelho (PSD/PR) e Sidney Leite (PSD/AM), além do diretor-geral do Senar, Daniel Carrara.

Assessoria de Comunicação CNA
Fotos: Wenderson Araújo
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil

Veja também