Acre

04/12/2019

SENAR – AC encerra Saúde Rural 2019 com saldo superior a 3 mil atendimentos

Por: Astorige Carneiro (ASCOM/SENAR - AC)

Entre as ações realizadas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR – Acre), estão os mutirões do Programa Saúde Rural, que levam atendimentos médicos até as comunidades rurais do Acre. Em 2019, três ações foram promovidas no estado, encerrando o ano com um saldo de 3.209 atendimentos.

Registro da terceira ação do Saúde Rural em 2019. Foto: ASCOM/SENAR - AC

Os dois primeiros mutirões atenderam produtores rurais nos municípios de Capixaba e Porto Acre, e a terceira e última ação do ano foi realizada no dia 20 de novembro no município de Acrelândia, onde a equipe do SENAR – AC, em parceria com o governo do Estado e com a Prefeitura Municipal, foi recebida na Escola Estadual Altina Magalhães da Silva, localizada na área da Tucandeira.

Comunidade de Acrelândia foi beneficiada pela ação do SENAR. Foto: ASCOM/SENAR - AC

Na localidade, foram ofertados atendimentos de clínico geral, dentista, nutricionista, ginecologista, urologista e coleta de sangue dos homens para realização do exame de PSA, essencial para detectar precocemente casos de câncer de próstata. Também foram ofertadas atividades que promoveram o bem-estar, incluindo espaço da beleza (com corte de cabelo e maquiagem), recreação para as crianças e palestra sobre saúde sexual ministrada pela assessora técnica do Departamento de Formação Profissional e Promoção Social do SENAR Central, Magali Eleutério.

Ação foi resultado do trabalho em equipe da Regional Acreana e parceiros. Foto: ASCOM/SENAR - AC

Márcia Cristina Freire, coordenadora estadual do Saúde Rural no Acre, destacou que “a importância desse tipo de oferta se mostra na felicidade dos homens e mulheres que são atendidos, pois muitos deles teriam dificuldade para chegar às unidades de saúde e ainda teriam que esperar por um tempo considerável para ter um retorno. A partir da data de coleta, a equipe se programa para entregar todos os resultados de volta à comunidade após um mês, possibilitando os tratamentos devidos em um tempo hábil”.

Márcia Cristina Freire, coordenadora estadual do Programa Saúde Rural. Foto: ASCOM/SENAR - AC

No evento de Acrelândia, foram totalizados 1.163 atendimentos, sendo divididos em 550 atendimentos de mulheres e 613 atendimentos voltados para o público masculino. Junto com a equipe do SENAR – AC, compareceram ao evento a Secretária de Ação Social de Acrelândia, Josinete Nascimento, que representou a prefeitura durante a cerimônia de abertura, e Elaide Rodrigues, coordenadora de Atenção Básica e representantes da Secretária Municipal de Saúde.

Mais de mil atendimentos foram totalizados na ação de Acrelândia. Foto: ASCOM/SENAR - AC

Entre os membros da comunidade que foram beneficiados estão os produtores rurais Maciel Sousa Lopes (47) e Rosangela Silva dos Santos (43). Maciel é morador do Ramal Progresso há nove anos e produtor na área da pecuária de corte, e participou do mutirão pela primeira vez: “O agente foi lá em casa, fez meu cadastro, e nos explicou como seria o evento. Essas ações são maravilhosas. Se pudesse ser realizada todo ano aqui, seria bom demais para a comunidade.

Produtor rural Maciel Sousa Lopes. Foto: ASCOM/SENAR - AC

“Para nós, é um auxílio ao município. Na verdade, está ajudando a suprir algumas necessidades de saúde. Para os moradores da zona rural, é uma experiência maravilhosa, pois os atendimentos vieram até nós. O que nos resta dizer é apenas ‘obrigado’”, disse a produtora Rosangela.

Exame trouxe a conscientização temática do Novembro Azul à comunidade rural. Foto: ASCOM/SENAR - AC

SOBRE OS PROGRAMAS: O “Saúde da Mulher Rural” tem como objetivo contribuir para a mudança e melhoria das condições de vida e saúde integral das mulheres do meio rural, com foco prioritário na educação em saúde, prevenção, diagnóstico precoce, vacinação, questões de gênero, violência doméstica, prevenção do câncer do colo do útero, câncer de mama, infecções sexualmente transmissíveis, entre outros.

Já o “Saúde do Homem Rural” tem como foco prioritário a educação em saúde, com prevenção, diagnóstico precoce, vacinação, questões de gênero, violência doméstica, prevenção do câncer de próstata, câncer de pênis e infecções sexualmente transmissíveis.

Através destas ações, é promovido o controle de fatores de riscos que afetam diretamente as mulheres e os homens das comunidades rurais.

Veja também

Produtor, neste momento de crise em razão do coronavírus, você não está sozinho. Clique aqui e fale com nossos técnicos.