Mato Grosso

28/06/2021

Seguro Rural ainda é assunto embrionário na bovinocultura

Por: Ascom Famato com Assessoria do Mapa Fonte: Ascom Famato com Assessoria do Mapa

O vice-presidente da Comissão de Bovinocultura de Corte da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Francisco Olavo Pugliesi de Castro, popularmente conhecido como Chico da Paulicéia, participou sexta-feira (25.06) de mais uma reunião do Monitor do Seguro Rural. Chico destacou que há grande interesse da CNA em divulgar este assunto.

Segundo ele, que também é vice-presidente da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) e superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), o seguro rural ainda é um assunto embrionário para a bovinocultura. “Estamos vivendo um momento promissor, com bons preços da arroba do boi. No entanto, por outro lado, estamos com os insumos muito caros. É importante para os pecuaristas buscarem mais informações sobre o projeto Monitor do Seguro Rural e pensar em proteger seu patrimônio”, destaca.

Chico explica ainda que o Monitor do Seguro Rural tem como objetivo avaliar e propor aperfeiçoamento aos produtos e serviços de seguro rural ofertados pelas seguradoras no âmbito do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR). Este é um projeto do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e os interessados em acompanhar as reuniões podem acessar o site https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/riscos-seguro/monitor-do-seguro-rural/acesso onde serão divulgados os convites.  

O diretor do departamento de gestão de riscos do Mapa, Pedro Loyola, informou que neste ano o processo do projeto Monitor do Seguro Rural está um pouco diferente. “Tivemos muitas melhorias no sistema. E é importante destacar que no ano passado 90% da demanda foi atendida”.

A reunião foi dividida em três blocos. O primeiro abordou sobre as condições gerais de contratação e do produto. O segundo teve como tema central a análise dos serviços prestados pelas seguradoras e o terceiro, e último, focou na necessidade de inovações nos canais de distribuição e atendimento.

O projeto – O Mapa lançou o Monitor do Seguro Rural em julho de 2020. As reuniões ocorrem por sistema de videoconferência. O objetivo é avaliar os produtos e serviços ofertados pelas seguradoras e propor aperfeiçoamentos nos seguros agrícolas.

O trabalho é coordenado pelo Departamento de Gestão de Riscos do Mapa e conta com a participação de produtores e o apoio das entidades representativas dos produtores rurais e de suas cooperativas, associações, revendas de insumos, companhias seguradoras, empresas resseguradoras, corretores, peritos e instituições financeiras.

O cronograma de eventos por videoconferência do Monitor, que se estende até final de 2022, tem a finalidade de identificar e propor melhorias nos serviços de seguro para mais de 60 atividades de grãos, frutas, olerícolas, pecuária, florestas, aquícola, café e outras culturas. O monitor é uma oportunidade de os produtores e as cooperativas, com as suas entidades representativas, construírem soluções com as empresas de seguro e apoio do Mapa.

Mais informações no site: https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/riscos-seguro/monitor-do-seguro-rural/acesso.

Veja também