12/05/2022

Saúde e segurança são fundamentais para o desenvolvimento do país, diz presidente da CNA

Brasília (12/05/2022) – O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, disse, na abertura do 3º Jornada CNA – Eleições 2022, que bons resultados nas áreas de saúde e segurança são fundamentais para garantir condições capitais à sobrevivência e ao desenvolvimento de todos os cidadãos.

Saúde e segurança foram os temas desta edição do evento nesta quinta (12), que acontece na sede da CNA, em Brasília. As ideias e propostas nos encontros servirão para a elaboração de um documento que será entregue para os candidatos à Presidência da República e parlamentares.

Segundo Martins, a iniciativa “constitui um esforço conjunto para a construção de um país mais promissor e dinâmico, onde a economia funcione para a totalidade dos brasileiros”.

O presidente da CNA ressaltou que saúde e segurança são serviços públicos básicos estabelecidos como direitos sociais pela Constituição, que devem ser liderados pelo Executivo. Desta forma, “cabe ao governo atuar diretamente nessas atividades, promovendo um ambiente regulatório bem calibrado, para que a iniciativa privada também participe”.

João Martins, presidente da CNA

“A responsabilidade pelos resultados é dos governos que se sucedem”, completou.

Martins também falou sobre a necessidade de manutenção e aperfeiçoamento do Sistema Único de Saúde (SUS), que é uma exigência para a sociedade brasileira e um desafio para os governos. “Com certeza, temos muito a melhorar no sistema atual. Precisamos debater sobre o SUS que queremos para o futuro”.

“Garantir que todas as pessoas, independentemente de sua condição social e renda, tenham acesso aos cuidados de saúde, faz parte de um desenvolvimento econômico orientado para melhorar a qualidade de vida das pessoas”, disse o presidente.

Martins defendeu investimentos na medicina preventiva e acrescentou que a utilização de recursos da tecnologia digital pode contribuir, a longo prazo, para racionalizar os custos do sistema de saúde. Disse, ainda, que o Sistema CNA/Senar promove o atendimento por meio de telemedicina para produtores e familiares do Agronordeste, programa que promove ações para a melhoria de gestão, inclusão produtiva, aumento de produtividade e lucratividade de propriedades rurais nos estados do Nordeste e no norte de Minas Gerais.

Com estes avanços, avaliou, “podemos ganhar eficiência e equilibrar custos, preparando o sistema de saúde para o aumento da expectativa de vida da população”.

Segurança - Sobre a segurança pública, o presidente da CNA afirmou que se trata de outro tema importante para a vida em sociedade e o desenvolvimento econômico e que deve ser prioridade, pois violência, insegurança e distúrbios provocam efeitos devastadores em uma região ou país, além de afugentar investimentos, impedir o crescimento econômico e criar atritos nas comunidades.

“Um país que pretende buscar o caminho do desenvolvimento e nele continuar trilhando precisa de um ambiente social pacífico e instituições públicas eficientes, que garantam, entre outros itens, segurança pública e saúde de qualidade à sua população”, disse João Martins.

“Sabemos que saúde e segurança são direitos sociais previstos na Constituição Federal. Mas qualquer administrador público, que tenha como objetivo o bem público e o desenvolvimento da sociedade que administra, deve se esforçar para promovê-los”, concluiu.

Assessoria de Comunicação CNA
Foto: Wenderson Araújo
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Veja também