29/07/2021

Produtor de camarão da Paraíba aumenta produção em 400% com assistência técnica do Senar

Brasília (29/07/2021) – Produzir camarão longe do litoral deixou de ser um desafio para o produtor José Ribeiro Rodrigues, de Mulungu, na Paraíba. Com o auxílio da Assistência Técnica e Gerencial do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), por meio do programa Agronordeste, ele aumentou a produção em 400%.

Antes, o produtor retirava em torno de 200 quilos de camarão de um viveiro e hoje são 800 quilos.

"Toda minha vida foi na agricultura e sempre tive vontade de trabalhar com a criação de peixe e camarão. Comecei em 2018 com quatro tanques, hoje temos 26 tanques nas duas unidades da Acqua Viva Camarões."

Produtor José Ribeiro Rodrigues.

Com o acompanhamento do técnico de campo Renan Nogueira Sousa, o produtor identificou falhas que estavam dificultando o crescimento dos camarões e conseguiu melhorar a sanidade da água dos viveiros.

"Os viveiros não tinham adubação de solo, o povoamento era feito de forma inadequada: a densidade era muito alta. Isso são fatores que durante o cultivo pode trazer perdas econômicas no final”, afirmou o técnico.

Após o diagnóstico, foram feitas mudanças na alimentação dos animais. "Hoje são quatro fases de ração: inicial 1 e 2, juvenil e a de engorda. As iniciais são muito importantes porque você consegue um resultado melhor com elas”, ressaltou Sousa.

Na água dos viveiros, o produtor inseriu a aplicação semanal de um probiótico para retirar o excesso de matéria orgânica decorrente das fezes do camarão e manter a água em perfeitas condições.

Atualmente, a produção de José Ribeiro Rodrigues alcança um percentual de sobrevivência dos camarões em torno de 90% em comparação aos 30% que sobreviviam antes da assistência técnica do Senar.

A produção da Acqua Viva gera empregos e gira a economia da região. No inverno ele emprega seis funcionários. No verão, quando as condições são mais propícias, o número de contratados sobe para oito.

"Nós conseguimos aumentar nossa produtividade e se tornou viável criar o camarão fora do litoral. O camarão que sai da propriedade vai para Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e principalmente para Pernambuco, onde 60% da nossa produção é destinada ao Recife”, ressaltou Rodrigues.

A qualidade do camarão produzido pela empresa tem levado empresários à propriedade para comprar direto com o produtor. Com isso, o camarão de Rodrigues atende aproximadamente 40 bares e restaurantes no estado.

Para o produtor, esse é o reconhecimento do trabalho feito com dedicação. "Para gente, que gera emprego e leva a comida na mesa é um ganho muito grande. Saber que um produto feito aqui em Mulungu pode ser levado para qualquer parte do Brasil, ser servido nos melhores restaurantes, é um orgulho imensurável."

Programa: O Agronordeste é um plano de ação criado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) que é desenvolvido em parcerias com várias entidades, como o Senar, que oferece Assistência Técnica e Gerencial aos produtores cadastrados no programa.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Veja também