Prêmio Brasil Artesanal de Chocolate – A receita que virou um negócio
Majucau 191001 194928

Vencedoras serão premiadas no dia 9 de outubro, durante o 4º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio

1 de outubro 2019
Por CNA

Brasília (1º/10/2019) – A produtora e técnica de enfermagem Mariana Basaure, de São Paulo, é uma das finalistas do “Prêmio Brasil Artesanal 2019 – Chocolate”, promovido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) para valorizar e reconhecer os melhores chocolates artesanais do Brasil produzidos por mulheres.

“Estou muito feliz e realizada. Só de estar entre as cinco finalistas já me sinto vitoriosa, pois existem muitos chocolates de qualidade produzidos no Brasil. Esse prêmio, sem dúvida, é resultado do meu esforço”.

Há pouco mais de um ano Mariana, 33 anos, pesquisou na internet uma receita de chocolate puro, saudável e utilizando poucos ingredientes. O resultado da busca foi o processo “bean to bar” (da amêndoa à barra) que é a forma artesanal de produzir chocolate com apenas cacau e açúcar.

“Eu e meu marido, Paulo da Silva Júnior, sempre gostamos muito de chocolate, mas também de alimentos saudáveis, então queríamos algo que unisse as duas coisas. Conheci a técnica e fiquei encantada com todo o processo de fabricação”, disse.

O que era pra ser apenas uma receita se tornou um empreendimento. Mariana se interessou pela atividade, fez um curso, e atualmente a marca “Majucau”, que é a mistura de Mariana, Junior e cacau, está disponível para consumo em doze pontos de venda distribuídos em São Paulo e Florianópolis.

Áreas de atuação