Minas Gerais

26/03/2021

Negócio Certo Rural: produtor aprimora negócio e emprega familiares

Por: SENAR MINAS

A vida de Éder Soares Lima melhorou depois de participar do Programa Negócio Certo Rural, ofertado pela FAEMG/SENARMG/INAES, em parceria com o Clube do Galope, em Turmalina. Ele amadureceu o olhar para o mercado e para as possibilidades de crescimento que foram diagnosticadas durante as 40 horas em sala de aula e seis horas de consultoria.

Com as orientações, Éder aprimorou o que tinha. “Eu investia, mas sem organização. Por exemplo: trabalhava com gado holandês e girolando e percebi que poderia focar no Jersey. Com isso, melhorei a qualidade do meu queijo”, ressaltou.

Negócio Certo Rural: produtor aprimora negócio e emprega familiares - SENAR MINAS

O produtor também percebeu que poderia abrir mão da cana-de-açúcar para produzir milho. “Só neste trimestre, em silagem, já fiz mais de 500 horas. Além disso, tenho a minha própria irrigação”.

Em menos de dois anos, também ampliou o maquinário. “Tinha um pequeno trator de três cilindros. Agora, já tenho um trator de 85 cavalos, colheitadeira, plantadeira, duas grades, um sugador, outro trator novo de 80 cavalos e duas caminhonetes: uma para trabalho e outra para passeio”, disse orgulhoso.

A melhoria dos negócios permitiu contratar pessoas da família. “Já emprego três irmãos e um primo. Ao todo, gero cinco empregos. Não sou mais funcionário e tenho o meu próprio negócio”. 

Negócio Certo Rural: produtor aprimora negócio e emprega familiares

Para o instrutor Albert Franz Nether Nassau, Éder passou a conhecer indicadores que nortearam as suas decisões como gestor, tornando-as mais precisas, principalmente no que diz respeito a investimentos e perspectivas de ganhos futuros. “Por meio do Negócio Certo Rural, ele pôde analisar riscos e possibilidades, levantar custos e analisar a viabilidade de sua atividade”.

“Mesmo em tempos difíceis, o agro não para. Os treinamentos e programas do Sistema FAEMG/SENAR/INAES são garantia de triunfo e geram mudança no dia a dia do homem do campo. Temos muitos motivos para agradecer a Deus pela boa colheita e ao SENAR MINAS por proporcionar o avanço do agronegócio e melhoria da qualidade de vida do nosso povo”, disse a mobilizadora e representante do Clube do Galope, Dulce Rocha.

Veja também