Minas Gerais

08/09/2020

Mais empregos: Grupo ARG busca Sistema FAEMG para criar centro de capacitação em São João da Ponte

Por: SENAR MINAS

O Grupo ARG, proprietário das Fazendas Santa Mônica e Santa Terezinha, unidades de confinamento de animais de corte em São João da Ponte, e o Sistema FAEMG/SENAR/INAES estão a caminho de fechar uma parceria para a criação de um centro de capacitação de mão de obra no município, contribuindo para qualificar os funcionários da fazenda e para a geração de empregos na região.

A conversa foi feita durante reunião após a visita técnica do superintendente do SENAR MINAS, Christiano Nascif, e do gerente regional de Montes Claros, Dirceu Martins, à Fazenda Santa Mônica, onde a empresa cria gado Angus em confinamento e mantém áreas de plantio irrigadas por pivôs para produção de silagem para os animais. Os gestores foram recebidos pelo assessor de relações institucionais do Grupo ARG, Antônio Reis, e pela gerente de Recursos Humanos Priscilla Bhering. Além do gado, as fazendas também criam ovinos e peixes para abate. 

O presidente do Sindicato dos produtores Rurais de São João da Ponte, Antônio Edilson Nobre, e a mobilizadora Sandra Gusmão Nobre, além do secretário de Agricultura do município, Erivelton Cordeiro, o consultor Edvaldo Marques Araújo e o gerente geral da Fazenda Santa Mônica, Geraldo Sales Lana, também acompanharam as atividades. 

Futuro do agro

Parceria SENAR MINAS e Grupo ARG vai construir centro de capacitação em São João da Ponte (MG)
Sistema integrado pecuária-floresta na Fazenda Santa Mônica, com criação de gado Angus em plantação de eucalipto

Antônio Reis acredita que a conversa marca um importante início de uma parceria maior, com vistas ao futuro centro de formação de mão de obra. “Ele será voltado para atender as necessidades do complexo e tem como atender o futuro da cadeia produtiva do agro na nossa região. O SENAR já tem um know how muito grande no segmento e com certeza vai acelerar muito nosso objetivo e nossos projetos na localidade”, diz.

“Em um projeto grandioso como esse, que tem toda a sustentabilidade técnica, ambiental, econômica e social, é fundamental que o Sistema FAEMG/SENAR/INAES esteja junto em todos os níveis, contando com o apoio do município e do sindicato rural”, afirma Christiano Nascif. Ele aponta que a entidade pode atuar junto ao Grupo ARG em assistência técnica e gerencial, formação profissional rural, aceleração de exportações, rastreabilidade, certificações e também com inovação, através de startups. “Como o Sistema está investindo nessa linha de se aproximar mais dos produtores com soluções inovadoras e sustentáveis para o agro mineiro, esse passo é ainda mais importante”, finaliza.

Importância para a região

Para Erivelton Cordeiro, o principal benefício da parceria é a geração de empregos. “Esse é um projeto que deu e está dando certo aqui, as parcerias com o Grupo ARG e com o SENAR contribuem muito para essa missão de gerar empregos”, analisa. “O Grupo ARG é hoje um dos nossos maiores empregadores e alavancam o progresso no município em todas as áreas do agro. A cidade, junto com o sindicato, só tem a ganhar. Essa parceria é importantíssima”, frisa Antônio Edilson Nobre.

Hoje, o Grupo ARG conta com 500 empregados diretos na região e pretende chegar a cerca de 1200 em 2023, conforme Antônio Reis adiantou. A empresa mantém nas fazendas diversas casas e alojamentos para funcionários e suas famílias, campo de futebol e lanchonetes, além de uma escola municipal. De acordo com Priscilla Bhering, está sendo feito um levantamento de quais outras estruturas seriam interessantes para atrair pessoas para trabalhar lá.

Veja também