Minas Gerais

21/12/2021

Estudo inédito mapeia 343 desafios do agro

Por: Sistema FAEMG

Desenvolvido pelo Instituto Antonio Ernesto de Salvo/Sistema FAEMG, o levantamento aponta as principais dores de produtores rurais de cinco regiões mineiras

O agronegócio encara milhares de desafios diariamente. Muitos deles, incontroláveis. Mas, para a grande maioria, faltam apenas soluções inovadoras. Com o objetivo de compreender essas dores de mercado e promover ações para o desenvolvimento do agronegócio mineiro, o Instituto Antonio Ernesto de Salvo (INAES, braço de pesquisa e inovação do Sistema FAEMG/SENAR/INAES/Sindicatos) lança nesta semana os resultados de um estudo de campo que mapeou os 343 principais obstáculos enfrentados por produtores das cadeias produtivas do café e do leite em Minas Gerais.

O diagnóstico foi realizado por meio do programa NovoAgro 4.0, e foram entrevistados 115 produtores rurais de cinco regiões mineiras: Uberaba, Juiz de Fora, Viçosa, Montes Claros, Lavras e Governador Valadares. O resultado desse trabalho foi o mapeamento de desafios, divididos em técnicos, comportamentais e de gestão. A publicação digital está disponível, gratuitamente, no portal do Sistema FAEMG, na página do INAES. (ACESSE AQUI)

Para a superintendente do INAES, Silvana Novais, esses desafios são um campo vasto para o desenvolvimento de soluções que movimentam o ecossistema de inovação, com empreendedores, investidores, entidades públicas e privadas que, juntas, desenvolvem ações em prol do desenvolvimento constante do agronegócio: “Tudo isso só foi possível porque contamos com o engajamento de produtores rurais atentos aos movimentos de mercado e que se dispuseram a abrir suas porteiras para que o Sistema FAEMG/SENAR/INAES pudesse analisar suas dores e lançar desafios ao mercado. Dessa forma, a entidade atrai o olhar de empreendedores ávidos por desenvolver soluções sustentáveis, escaláveis e que colocam o produtor rural como grande protagonista”.

Baixe a publicação aqui

Veja também