20/04/2022

Em Portugal, Senar debate novas tecnologias para a educação

Foto: Cláudio Noy

Brasília (20/04/2022) O diretor de Inovação e Conhecimento do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), André Sanches, participou, na quarta (20), do seminário “Os desafios do desenvolvimento: o futuro da regulação estatal” para debater temas como inovação e tecnologia na educação e ensino a distância.

O evento, realizado pelo Fórum de Integração Brasil-Europa (Fibe), com o apoio da Organização de Estados Ibero-Americanos (OEI), da FGV Conhecimento e do Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP), acontece de 18 a 21 de abril, em Lisboa, Portugal.

André Sanches participou de um debate sobre a regulação de novas tecnologias para o ensino e afirmou que a educação a distância tem se firmado cada vez mais. “Com a pandemia, as pessoas venceram a resistência com relação a educação a distância. É uma ferramenta que veio para ficar”, disse.

Segundo André, o ensino a distância é um caminho sem volta justamente pela capilaridade do sistema, que permite aos estudantes do setor rural, que estão em regiões remotas e possuem uma rotina de trabalho variável, de se organizarem e acompanharem os cursos online que o Senar oferece.

Com relação à tecnologia e inovação no ensino, o diretor de Inovação e Conhecimento do Senar destacou que a entidade possui uma plataforma própria e ambiente virtual de aprendizado, o que permite a interação dos usuários.

“Os alunos já estão habituados com as tecnologias, tanto no ensino presencial, como a distância. O Senar dispõe de diversos recursos instrucionais digitalizados e tecnológicos para facilitar o aprendizado”, disse.

Sanches falou ainda sobre a importância do Senar no ambiente de regulação e elaboração de políticas públicas para o ensino. “O Senar tem um bom diálogo com o poder público, como o Ministério da Educação e o Congresso Nacional, além de muita experiência em educação profissional técnica".

O painel teve a moderação do coordenador da OEI no Brasil, Rodrigo Rossi, e contou com a participação do advogado André Lemos, do professor da Universidade de Brasília, André Macedo, do coordenador de Projeto da FGV, José Leovigildo, do secretário de Educação Básica, Mauro Rabelo, da diretora do Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat), Nicole Goulart, e da professora da University of Applied Sciences, na Alemanha, Renata Cherubim.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte

Veja também