Amazonas

23/04/2020

Em atendimento a pleito da FAEA, White Martins reduz em 62% o preço do nitrogênio líquido para inseminação artificial animal

Por: ASCOM - Sistema FAEA SENAR FUNDEPEC-AM

Após pleito feito formalmente pela Federação da Agricultura e Pecuária do Amazonas (FAEA), a empresa do Polo Industrial de Manaus (PIM), White Martins reduziu o preço do nitrogênio líquido para atendimento em procedimentos de inseminação artificial animal.

O preço do metro cúbico do nitrogênio líquido estava taxado R$ 47,66 e, após negociação realizada pela FAEA e atendimento do pleito, passa a ser R$ 18,00 por metro cúbico, uma redução de 62,23%.

O nitrogênio líquido é utilizado na técnica de inseminação artificial animal (bovinos, bubalinos, etc). O presidente da FAEA, Muni Lourenço, explica que a Federação sempre defendeu a importância do melhoramento genético do rebanho amazonense. “O melhoramento genético é uma forma de desenvolvimento pecuário, aumento de produtividade e melhoria dos índices zootécnicos e para isso a ampliação da adoção da inseminação artificial é fundamental”.

Lourenço esclarece ainda que preço reduzido fixado pela White Martins terá como base o contrato firmado com a FAEA. Para ter acesso ao benefício do preço diferenciado, os produtores e profissionais precisarão obter junto à Federação ordens de compra para apresentar na compra à vista e retirada do nitrogênio líquido.

Veja também