Logo CNA

Tocantins

Dia de campo em Babaçulândia mostra que a assistência do Senar garantiu lucratividade na pecuária de corte
Whats App Image 2023 05 29 at 17 37 53

Iniciativa já atendeu, nos últimos dois anos, cerca de 500 produtores rurais de Araguaína e dos municípios do norte do estado

29 de maio 2023

Por: Assessoria de Comunicação - Sistema FAET/Senar

“A terra é o nosso maior patrimônio então a gente tem que cuidar, adubar, tratar bem e fazer os manejos adequados para a gente conseguir tirar dela os resultados que a gente deseja”. Essa constatação é do pecuarista Alberto Sousa Brito, da Fazenda Santo Antônio, no município de Babaçulândia, no norte do estado.

A fazenda foi sede do Dia de Campo que encerra o programa Médio Produtor do Senar Tocantins. A iniciativa já atendeu, nos últimos dois anos, cerca de 500 produtores rurais de Araguaína e dos municípios da região norte que estão na área de influência do município e atuam na atividade bovinocultura de corte.

Segundo o diretor de ATeG, Fabrício Vasconcelos, a iniciativa do Senar mostrou aos pecuaristas da região que a atividade depende de uma série de fatores para valer a pena e ser lucrativa e isso passa, necessariamente, pela intensificação das pastagens.

Whats App Image 2023 05 29 at 17 37 53 2

“O Senar atua considerando as particularidades de cada propriedade, mas sempre com a intenção de mostrar a importância dos investimentos na melhoria das pastagens e da genética dos animais, no manejo adequado e na gestão da fazenda para proporcionar resultados e melhorar a renda e a vida no campo”.

Ele destacou ainda que esse trabalho também está ajudando na sucessão familiar, porque o trabalho costumar envolver toda a família, despertando nos filhos o desejo de dar continuidade aos negócios dos pais.

RENTABILIDADE

A Fazenda Santo Antônio vem sendo assistida pelo Senar desde 2016. E já passou por programas como o ABC Cerrado, Agro Senar e mais recentemente pelo Médio Produtor. Mas foi mais recente que os proprietários perceberam o salto de qualidade e o crescimento dos ganhos.

Segundo a técnica de campo, Leiliany Andrade, a maior parte dos 142 hectares da propriedade dedicados às pastagens já foi recuperada. Isso permitiu que o produtor mantivesse uma taxa de ocupação elevada, acima de 3 U/A nos módulos, mas agora com uma melhor capacidade de suporte e ganhos de peso mais significativos.

“Chegamos aqui a um ganho médio de 890 gramas animal/dia, que é excelente aqui para a região”, destacou a técnica de campo que assiste a propriedade. O supervisor de ATeG, Aridouglas Araujo, que já deu assistência na fazenda, destacou os avanços na propriedade e a ousadia do produtor que é aberto a experiências.

Uma dessas experiências está em curso. Ele plantou o capim híbrido dunamis, uma variedade oriunda do braquiarão (marandu) com o braquiarinha (decumbens) que até agora está apresentando bons resultados. Para consolidar a experiência, vai ser observada como a pastagem reagirá no período de seca.

No dia de campo, o Senar Tocantins contou com a parceria do Circuito BB Agro. Os participantes tiraram dúvidas sobre acesso a crédito e linhas de investimento no banco. O Senar vai continuar ofertando assistência aos produtores em bovinocultura de corte com outros programas.

Para mais informações, acesse: SISTEMA FAET/SENAR

FAET SENAR Sindicatos