Goiás

27/10/2021

Depois de fazer cursos do Senar Goiás, produtora rural de Formosa ajuda filha nos estudos com renda de pães de bolos

Por: Comunicação Sistema Faeg/Senar

Outras mulheres da região também se qualificaram e planejam colocar conhecimentos em prática através de associação

Com fome de conhecimento e mais renda para a família, Irene Melo já fez mais de cinco cursos do Senar Goiás e coloca os conhecimentos adquiridos em prática fazendo e vendendo pães caseiros e bolos de aniversário. “O Senar Goiás foi um diferencial na minha vida. Eu fiz os cursos de Panificação Rural, Cozinha Rural, Defumação Artesanal de Carnes, Produção Artesanal de Queijos Especiais e participei também do Proarte. Hoje faço pães caseiros que são vendidos em Formosa e tenho encomendas de bolos de aniversário todos os fins de semana”.

Irene mora numa propriedade a 65 km de Formosa, cidade goiana que fica no entorno de Brasília. Lá vivem ela e o esposo, Aragomes Castro, que se dedica a produção de leite e passou também a contar com a Assistência Técnica e Gerencial do Senar Goiás (ATeG) na área. Com o acompanhamento ele já conseguiu melhorar a qualidade do produto e a ordenha passou de 80 para 170 litros por dia. 

"Tudo que fazemos com o apoio do Senar Goiás tem nos trazido ótimos resultados, além de nos permitir inovar na nossa produção aqui no campo. Como o nosso leite aumentou, eu pretendo fazer também provolone para vender. Aprendi no último curso de queijos especiais do Senar Goiás. E quero ainda aliar ao queijo, a venda de produtos embutidos defumados", explica a confeiteira.

Com a renda que tem atualmente, com a venda dos pães e bolos, a produtora rural consegue bancar as despesas com alimentação e transporte da filha, que faz Curso Técnico Integrado ao Ensino Médio em Agropecuária no Instituto Federal de Brasília (IFB) -Campus de Planaltina.

Irene também é presidente da Associação do Projeto de Assentamento Água Fria/Mauro Borges Teixeira e outros integrantes de lá também fizeram cursos do Senar Goiás. Em especial se destaca o Proarte que tem o objetivo desenvolver o empreendedorismo através da qualificação e aprimoramento das técnicas artesanais e comercialização de alimentos e artesanato.

“Nós estamos organizando a associação em uma nova sede e buscando atender programas governamentais como Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), temos a expectativa de nossos conhecimentos adquiridos com o Senar Goiás, nos ajude muito nesse trabalho”.

O mobilizador do Sindicato Rural de Formosa e do Senar Goiás, Wesley Darllan Batista Bastos, foi o responsável por levar as qualificações até Irene e o pessoal da associação. “Eu tenho seis anos na mobilização do Sindicato Rural de Formosa e Senar Goiás e é extremamente gratificante contribuir para a melhoria de vida das pessoas. E nós aqui do Sindicato Rural, juntamente com as qualificações do Senar, estamos conseguindo isso para nossa região. Eu tenho uma meta de conseguir bons casos de sucesso com o nosso trabalho todos os anos. Com a pandemia eu imaginei que em 2020, não conseguiria. Mas a Irene e o pessoal da associação abraçaram nossos cursos, assim que as flexibilizações começaram. Eles estão muito motivados e empenhados em colocar em prática o que o Senar ensina e por isso estamos vendo que esse é só o começo. Com certeza eles terão ainda mais sucesso e influenciarão outras pessoas com os exemplos de que é possível sim melhorar de vida com conhecimento”.


Veja também