Goiás

18/06/2021

Com ATeG e cursos do Senar Goiás, jovem aumenta produção de leite em 17 vezes e monta granja

Por: Comunicação Sistema Faeg/Senar

Romário Castro é um jovem de 30 anos que foi para a cidade estudar sem nunca cortar as raízes com o campo. Após se formar e se tornar tecnólogo em agronegócio, o pai ficou doente e decidiu vender a chácara que fica no município de Piranhas, a 320 km de Goiânia. Ele não conseguia mais cuidar da propriedade. “Foi um momento difícil. Mas eu pensei vou encarar e seguir o trabalho do meu pai e assim não vamos precisar vender a terra”. Conta Romário.

Mas o trabalho de tirar todo o sustento da chácara não foi fácil no começo. Foram muitas dores de cabeça. O alívio veio quando Romário foi buscar ajuda no Sindicato Rural de Piranhas, conheceu o Senar Goiás e passou a contar com a Assistência Técnica e Gerencial (ATeG). “Nessa época a produção de leite na chácara era de apenas 15 litros por dia. Depois de seguir as orientações da ATeG do Senar chegamos a 260 litros de leite por dia com uma média de 11 vacas em lactação. Também fiz cursos do Senar Goiás e passei a trabalhar com avicultura. Atualmente tenho 200 frangas e 300 galinhas produzindo ovos. Eu também aprendi a fazer tanque de ferrocimento com o Senar onde crio peixes”.

Graças a determinação do jovem e aos conhecimentos adquiridos através do Senar Goiás, os pais dele continuam morando na propriedade e têm mais qualidade de vida. Romário também é um multiplicador da sucessão familiar, ele integra o grupo de Faeg Jovem de Piranhas, é conselheiro fiscal do Sindicato Rural e de uma das cooperativas do município.

"O trabalho do Senar Goiás é importante demais para aprimorar o trabalho do produtor. Seja com os cursos, treinamentos, assistência técnica. Fica mais fácil da gente produzir, fazer o investimento certo. É muito bom poder contar com todo apoio do Sistema Faeg/Senar. Quem ainda não conhece, procure um Sindicato Rural, vale muito a pena”.


Veja também