CNA e consultoria internacional debatem desafios para o agro brasileiro com a pandemia
LIGIA JM ANTONIO VILALVA E GEDEAO

Executivos da empresa Roland Berger falaram sobre oportunidades para o país ganhar mais espaço no comércio mundial

22 de outubro 2020
Por CNA

Brasília (22/10/2020) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) promoveu, na quinta (22), um debate virtual sobre os efeitos da pandemia para o comércio global de produtos do agro, as oportunidades e as tendências no atual cenário global e o papel da China no novo mercado mundial e suas consequências para as exportações brasileiras.

O encontro foi realizado com executivos da consultoria internacional Roland Berger, que abordaram vários tópicos relacionados ao comércio internacional e traçaram panoramas para os próximos anos, além de falarem sobre estratégias e desafios para o Brasil como um dos principais fornecedores mundiais de alimentos em um cenário pós-Covid.

Na abertura do encontro, o presidente da CNA, João Martins, afirmou que o novo coronavírus impactou profundamente a economia mundial e alterou a dinâmica do comércio internacional. Na sua avaliação, ficou provado que nenhum país é autossuficiente e a crise da pandemia expôs a interdependência entre as nações. “A preocupação com a saúde e o abastecimento fez com que os países redesenhassem suas políticas, impactando os setores econômicos”, ponderou Martins.

Áreas de atuação