CNA defende fortalecimento do comércio e da cooperação em biotecnologia entre Brasil e China
IMG 0122

Para João Martins, país asiático deve estar “no topo das prioridades da nossa diplomacia e da nossa política comercial”

25 de abril 2019
Por CNA

Brasília (25/04/2019) – O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, defendeu, na quinta (25), a diversificação das exportações, a ampliação do mercado chinês para novos produtos, maior cooperação no uso de biotecnologia, diálogo aberto e transparente e o fortalecimento das relações com os parceiros chineses.

Ao discursar na abertura do seminário “Agro em Questão: Agricultura e Biotecnologia - Brasil e China”, na sede da CNA, em Brasília, Martins destacou a importância dos chineses como os principais consumidores do agro brasileiro e o reconhecimento do país asiático ao Brasil “como grande provedor da sua segurança alimentar”. “A China, grande potência econômica, conta com os nossos produtores para garantir essa segurança no futuro”.

Áreas de atuação