10/12/2019

CNA debate estratégias sobre segurança rural para o Nordeste

Brasília (10/12/2019) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) reúne, nesta semana, representantes das polícias militares do Nordeste no 3° Painel sobre Segurança Rural para debater estratégias para aumentar a eficiência do policiamento rural na região. O encontro começou na terça (10) e segue até quinta (12).

O evento tem o objetivo de compartilhar experiências de policiamento rural e gerar conhecimento sobre a segurança pública para o meio rural. Participam do evento representantes de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Sergipe, além de Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, que vão mostrar suas ações aos oficiais nordestinos.

O chefe de gabinete do Senar, André Sanches
O chefe de gabinete do Senar, André Sanches

“O Brasil é líder na produção de alimentos com a utilização de máquinas, implementos e insumos com alto nível de tecnologia. Por outro lado, as características do setor rural tornam o ambiente vulnerável. Por isso incentivamos a elaboração de inciativas para reduzir a criminalidade no campo”, destacou o chefe de gabinete do Senar, André Sanches, que representou o presidente da CNA, João Martins, na abertura do evento.

O Coronel José Arnon dos Santos Guerra
O Coronel José Arnon dos Santos Guerra

O coordenador geral de políticas para a sociedade da Secretaria Nacional de Segurança Pública, Coronel José Arnon dos Santos Guerra, expôs a importância do desenvolvimento de ações para o policiamento rural. “O agronegócio é um parceiro importante da economia brasileira. Da mesma forma que protegemos a cidade, pretendemos atender os produtores rurais, que são tão importantes para o nosso país”, observou.

Em 2017, a CNA desenvolveu o Observatório da Criminalidade no campo para atender à demanda dos produtores rurais, que elegeram a segurança como um dos temas prioritários. 

O coordenador administrativo do Instituto CNA, Carlos Ribeiro
O coordenador administrativo do Instituto CNA, Carlos Ribeiro

“A maioria dos estados não possuía estatísticas sobre os crimes ocorridos na zona rural, pois não existia diferenciação entre as ocorrências da área urbana e do meio rural. Ainda foi verificada a ausência da pauta de segurança no campo nos planos de segurança pública e a falta de unidades especializadas de polícia para lidar com o crime no campo”, destacou o coordenador administrativo do Instituto CNA, Carlos Ribeiro.

A partir disso, a CNA desenvolveu uma série de ações com foco no aumento da segurança no campo. Entre elas a realização de paineis com presença de representantes das polícias militares de todo o Brasil.

A parceria entre a Polícia Militar e a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) é um dos exemplos bem sucedidos que resultou na estruturação da patrulha rural georreferenciada e na implantação do Centro de Comando e Controle. Na quinta (12), os participantes do 3° Painel sobre Segurança Rural irão até Goiânia para conhecer as operações.

Experiências compartilhadas - O Major do Batalhão da Polícia Militar em Vitória da Conquista (BA), Eduardo Viana Moreira Júnior, declarou que as informações obtidas durante o painel contribuirão para a implantação da patrulha rural georreferenciada na Bahia.

Já o Coronel Fábio Rolemberg da Polícia Militar de Sergipe explicou que existem ações de patrulhamento tático em áreas rurais especialmente para prevenção e combate ao furto de gado.

Em Alagoas, os policiais militares utilizam um aplicativo para celular, em que é possível registrar a ocorrência simplificada para alimentar o banco de dados de segurança em tempo real. O Coronel Walter do Valle de Melo Júnior informou que vai sugerir a inserção de informações do meio rural.

O Tenente-Coronel Romero dos Santos Colares, da PM do Ceará, explicou que o patrulhamento rural ocorre no estado desde 2012 com ações do Batalhão de Choque.

Durante o evento, a CNA entregou aos participantes o relatório nacional sobre policiamento rural com o detalhamento do trabalho realizado pela Polícia Militar em todas as unidades da Federação.

Assessoria de Comunicação CNA
Fotos: Wenderson Araujo
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor

cnabrasil.org.br

twitter.com/SistemaCNA

facebook.com/SistemaCNA

instagram.com/SistemaCNA

facebook.com/SENARBrasil

Veja também

Produtor, neste momento de crise em razão do coronavírus, você não está sozinho. Clique aqui e fale com nossos técnicos.