Acre

19/10/2021

Câmara Técnica do Agronegócio discute crescimento da cadeia produtiva de grãos no Acre

Por: ASCOM

Produtores rurais e autoridades ligadas ao agronegócio, em especial ao cultivo de grãos (milho e soja), participaram na última segunda-feira, 18, de reunião da Câmara Técnica do Agronegócio do Fórum Empresarial de Inovação e Desenvolvimento do Acre, para debater desafios e ações viáveis para o crescimento dessa cadeia no Estado.

reuniao1
Evento foi realizado no auditório da FAEAC. Foto: ASCOM/FAEAC

O encontro, realizado no auditório da Federação da Agricultura e Pecuária do Acre (FAEAC), retoma os debates já estabelecidos sobre a rápida expansão das lavouras de milho e soja no estado, que enfrentam diversos desafios relacionados à ocorrência de pragas e doenças, obtenção de crédito, licenciamento ambiental, tributação de máquinas e insumos agropecuários, mão de obra qualificada, entre outros.

reuniao3
Reunião da CT contou com participação de autoridades ligadas ao agronegócio e produtores rurais. Foto: ASCOM/FAEAC

"É importante que a Câmara Técnica, aliada aos produtores e autoridades do agronegócio acreano, identifique o que é realmente necessário para um investimento seguro. É um fato que no nosso estado, infelizmente, ainda faltam experiência e conhecimento de tecnologias nessa área de produção, além de alguns entraves legais ligados à licença ambiental. Porém, acredito que, com a busca de técnicos e conhecimentos competentes, incluindo também a alternativa de políticas públicas ligadas a esta cadeia produtiva, será possível dar o salto qualitativo e quantitativo que almejamos", afirmou Assuero Veronez, presidente da FAEAC e coordenador da Câmara do Agronegócio.

reuniao2
Assuero Veronez, presidente da FAEAC e coordenador da Câmara do Agronegócio. Foto: ASCOM/FAEAC

Raiolando Costa de Oliveira, produtor rural de soja e milho, participou da reunião e acredita que o futuro da economia rural no Acre estará muito ligado à soja e ao milho nos próximos anos: “Porém, para que esse sonho se torne realidade, é preciso investimento e união entre todos os representantes do agronegócio que podem promover essas mudanças, sempre dando voz aos produtores rurais nesse debate e busca de soluções".

reuniao5
Produtor rural Raiolando Costa de Oliveira. Foto: ASCOM/FAEAC

O pesquisador da Embrapa, Judson Valentim, que coordena o Grupo de Trabalho de Grãos da Câmara Técnica do Agronegócio, diz que o desenvolvimento da cadeia produtiva de grãos trará significativos benefícios ao estado.

reuniao7
Reunião dá segmento ao diálogo sobre o desenvolvimento da cadeia produtiva de grãos no Acre. Foto: ASCOM/FAEAC

“Irá impulsionar o Acre para um patamar de excelência no que diz respeito à produção rural de grãos. Esta área de impacto pode ter um rendimento muito maior, basta que todos estejam alinhados para colocar em ação os melhores planos”, ressaltou Valentim.

reuniao6
Judson Ferreira Valentim, pesquisador da Embrapa-AC e coordenador do Grupo de Trabalho de Grãos da CT. Foto: ASCOM/FAEAC

O presidente do Fórum Empresarial de Inovação e Desenvolvimento e presidente da FIEAC, José Adriano, enaltece o trabalho que vem sendo desenvolvido pela CT do Agronegócio. “O Fórum foi pensado exclusivamente para este tipo de debate e tomada de ações que visem alavancar a economia do Estado. Ficamos felizes com a atuação da Câmara do Agronegócio e esperamos ver, nos próximos 5 ou 10 anos, o crescimento quantitativo e qualitativo da soja e do milho no Acre", assinalou.

SOBRE A CÂMARA

A intenção da Câmara Técnica do Agronegócio do Fórum Empresarial de Inovação e Desenvolvimento do Acre é pactuar parcerias para encontrar soluções e estimular o crescimento da produção nas áreas identificadas com potencial no Acre.

Veja também