Acre

03/08/2020

Aulas em ambiente virtual garantem continuidade dos alunos no SENAR – AC

Por: Astorige Carneiro (ASCOM/SENAR - AC)

Com a crise do coronavírus no país, alguns reajustes nas atividades do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR - Acre) foram necessários, visando a segurança dos colaboradores e das comunidades rurais beneficiadas pela oferta do sistema.

Entre estas ofertas, está o Curso Técnico em Agronegócio, coordenado pela Secretaria Escolar do SENAR – AC. Para que o ano letivo não fosse perdido, mas respeitando as normas de distanciamento social para segurança de todos, foi criado a nível nacional o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), que disponibiliza aprendizagem remota e o conteúdo presencial do curso em formato digital para os alunos.

As aulas presenciais remotas do primeiro semestre, incluindo as provas, começaram no dia 8 de junho e seguem até 24 de agosto. Desde o início da pandemia, as aulas virtuais ocorrem normalmente para os mais de cinco mil alunos matriculados na formação técnica em 150 polos de educação distribuídos em todo o país.

avaacre1
Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) garante continuidade das aulas em meio à pandemia. Foto: Reprodução

No Acre, a oferta beneficia 34 alunos ligados à produção rural, que já fazem uso da ferramenta e integram normalmente as atividades propostas pelos tutores, com apoio da equipe de Secretaria Escolar do SENAR, chefiada pela pedagoga Katiane Lima.

“Se trata de um passo importante para o desenvolvimento profissional dos alunos. Se o ano letivo fosse perdido, seria um prejuízo imenso para os nossos alunos. Então, com apoio do SENAR Central, em Brasília, conseguimos contornar a situação e integrar alunos, tutores e equipe técnica na plataforma virtual, garantindo a qualidade do ensino e da aprendizagem”, destacou Katiane.

Entre os alunos que se adaptaram à nova ambientação do curso, está Angélica Maciel dos Santos de Andrade e Flávio Batista de Andrade, ambos moradores do município de Senador Guiomard. Os dois estão cursando o primeiro semestre do ano letivo 2020, e mesmo sem as aulas presenciais, afirmaram que o interesse pelo curso não diminuiu, e que seguem as atividades normalmente.

avaacre2
"O SENAR buscou meios para que os alunos não tivessem exposição desnecessária", dise Flávio Batista de Andrade. Foto: Reprodução

“No geral, tem sido uma boa experiência, pois seguimos o ritmo dos estudos e ainda interagimos com os colegas, com tutores e a equipe que nos acompanha. Como a turma é composta por pessoas de diferentes municípios, o risco de contágio seria grande, então a solução encontrada pelo SENAR foi importante para garantir a segurança de todos, sem perder o foco no aprendizado e no cronograma”, disse Angélica.

avaacre3
Angélica Andrade acessa o ambiente virtual de ensino para prosseguir nas aulas do curso. Foto: Reprodução

Flávio reafirma que, por se tratar de uma situação inusitada, as adequações foram bem recebidas e compreendidas como necessárias por todos: “Mesmo com toda essa situação, o SENAR buscou meios para que nós, alunos, não tivéssemos exposição desnecessária ao vírus nos deslocando até a capital”.

Veja também