09/10/2019

Alimentação no domicílio puxa resultado da deflação em setembro, diz CNA

Brasília (09/10/2019) – Os preços dos alimentos consumidos em domicílio caíram pelo quinto mês consecutivo e foram os principais responsáveis pela deflação de setembro de -0,04%, o menor patamar desde 1998, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou na quarta (9) o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de setembro. O grupo de alimentação e bebidas teve recuo de -0,43%, sendo o que mais impactou na deflação (0,11 pontos percentuais).

Na avaliação da CNA, este resultado foi puxado principalmente pela alimentação no domicílio, que caiu -0,70% em setembro, com as maiores quedas para tomate (-16,17%), cebola (9,89%), batata inglesa (-8,42%) e frutas (-1,79%). A alimentação em domicílio tem um peso de 2/3 dentro do grupo “Alimentação e Bebidas”, que é analisado no IPCA.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil

Áreas de atuação

Núcleo Econômico

Veja também