CORONAVÍRUS - Recomendações de prevenção nas propriedades rurais

Prezado produtor rural, temos visto a cada dia no noticiário sobre a Pandemia do Coronavírus - COVID-19.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) quando alguém que adquire o COVID-19 exala e libera gotículas infectadas principalmente ao tossir ou espirrar. A maioria destas gotas caem sobre superfícies e objetos próximos - como mesas, balcões etc. A contaminação acontece quando as pessoas tocam essas superfícies ou objetos contaminados - e depois tocam em seus olhos, nariz ou boca.

A propagação e a contaminação também podem acontecer quando as pessoas estão conversando, especialmente a distâncias menores de 1 metro, pois aumenta a chance de aspirar gotículas contaminadas.

Em outras palavras, o COVID-19 se espalha de maneira semelhante à gripe comum. A maioria das pessoas infectadas com COVID-19 apresentam sintomas leves e se recuperam. No entanto, alguns passam a apresentar quadros mais graves da doença, como febre alta, tosse seca e dificuldade para respirar, e que podem exigir cuidados hospitalares. O risco de doença grave aumenta com a idade: pessoas com mais de 60 anos parecem ser mais vulneráveis do que aquelas mais jovens. Pessoas com sistema imunológico enfraquecido e pessoas com outras condições clínicas como diabetes, hipertensão, doenças cardíacas e pulmonares também são mais vulneráveis a doenças graves.

Segundo as autoridades, o avanço do Coronavírus é inevitável, porém pode ser desacelerado caso cada um de nós entenda a sua responsabilidade individual perante a sociedade! Para tanto, precisamos também tomar alguns cuidados no meio rural, onde a doença pode impactar a vida de muitas pessoas e inclusive impactar a sua produção.

Acesse o Guia completo e saiba mais:
CORONAVÍRUS - Recomendações de prevenção nas propriedades rurais

Produtor, neste momento de crise em razão do coronavírus, você não está sozinho. Clique aqui e fale com nossos técnicos.