Mato Grosso

09/09/2021

Vale do Araguaia recebe primeiro treinamento de extensão dos CTs

Por: Assessoria de Imprensa - Senar/MT Fonte: Assessoria de Imprensa - Senar/MT

A Equipe de Polos Tecnológicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) está expandindo - para outros municípios - as capacitações ofertadas nos Centros de Treinamento da instituição. A primeira realizada fora das unidades ocorreu em Querência, no mês de agosto. O curso foi Operação e manutenção de pivô central e contou com as tecnologias das empresas parceiras Walmont e Revenda Produtividade.

A produtora rural Cláudia Eliane Schneider Kremer da Rosa já havia instalado o equipamento em sua propriedade e planeja começar a usá-lo, no próximo dia 15. Apesar de conhecer as vantagens de ter um pivô central, ela nunca havia operado a ferramenta. “O primeiro contato foi durante o curso. Antes não tinha irrigação, mas com a implantação do equipamento vamos conseguir fazer uma 3ª safra, que será a do feijão”.

Os participantes aprenderam na teoria e na prática. Em sala de aula tiveram a oportunidade de realizar toda a programação de um pivô, por meio de um simulador. Esse foi o grande diferencial, segundo o instrutor credenciado ao Senar-MT, Anderson Alves Brasileiro. "No aparelho, os alunos puderam programar o equipamento como mudar o ângulo, aumentar o volume da água, verificar o metro de lâmina. Quando fomos para a atividade prática, eles já sabiam como o equipamento funcionava".

De acordo com o supervisor da Regional do Senar-MT em Querência, Kleber Muniz, é a primeira vez que ocorre esse treinamento no município e surgiu de uma demanda do próprio Sindicato Rural. "As áreas já estão consolidadas e os produtores estão procurando melhorias nas suas propriedades. A implantação de pivô central é uma delas, porque possibilita a safra de outra cultura e aumenta a diversidade da produção".

Expansão - Segundo Wlademiro Neto, coordenador da Equipe de Polos Tecnológicos do Senar-MT, o treinamento somente foi possível por meio das parcerias. "São empresas já parceiras dos CTs que aceitaram fazer a demonstração dessa tecnologia no Vale do Araguaia". A ideia é expandir ainda mais os treinamentos nesse formato, bem como ampliar o número de CTS em Mato Grosso.

Veja também