30/07/2021

União e determinação transformam realidade de mulheres quilombolas em Alagoas

Brasília (30/07/2021) – É com o cultivo da mandioca que 48 mulheres do povoado de Sapé, no município de Igreja Nova, interior de Alagoas, conseguem o sustento de suas famílias. O alimento se transforma em receitas artesanais e tradicionais, como bolo de puba e sequilhos, que são comercializadas na região.

Tudo começou com a agricultora Maria Quitéria Matias. Ela tinha o desejo de contribuir com a transformação da comunidade e retribuir a ajuda que sua família teve no local. “Foi aí que surgiu a ideia de desenvolver algo voltado para inserção das mulheres no mercado de trabalho”, destaca.

Ela se dedica à organização coletiva e é presidente da Associação Quilombola do município. Para concretizar a ideia, ela contou com a ajuda do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) de Alagoas e do Sindicato dos Produtores Rurais de Penedo (AL) que organizaram um curso de associativismo.

“Precisávamos trabalhar com mais organização, entender como poderíamos lançar os produtos e de que forma vender a imagem das nossas receitas tradicionais”, declarou Maria Quitéria.

A organização coletiva rendeu bons frutos e definiu um padrão e um procedimento para a elaboração das receitas. Isso possibilitou que as mulheres conseguissem, inclusive, vender os produtos para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

A instrutora do Senar/AL, Rita Gouvêa, ressalta que a união e a determinação fizeram a diferença. “As agricultoras quilombolas são mulheres fortes do campo que produzem alimentos de qualidade. Elas ganham porque têm sua autonomia financeira e o consumidor local também porque consome um produto de qualidade e fortalece a economia da região”.

O bolo de ‘massa puba’ garante o faturamento da produtora de alimentos Margarida da Silva Amaro. “Essa renda serve para tudo: pagar a energia, a água e todas as minhas contas”.

Se você ficou interessado em conhecer um pouco mais sobre a história do grupo de mulheres de Sapé, veja a reportagem do programa Nosso Agro:


Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419

flickr.com/photos/canaldoprodutor

twitter.com/SistemaCNA

facebook.com/SistemaCNA

instagram.com/SistemaCNA

facebook.com/SENARBrasil

Veja também