02/03/2016

Sindicato que venceu concurso de proteção de nascentes recebe o prêmio

Com 56 nascentes registradas e a realização de um concurso sobre a conscientização da utilização e preservação da água junto à  rede pública e particular de ensino, o Sindicato Rural de Camapuã foi premiado com um veículo utilitário Strada zero km. A cerimônia de entrega do automóvel foi realizada nessa segunda-feira (29) e contou com a presença da diretoria do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, representada por Terezinha Cândido e Lucas Galvan.

O programa de Proteção de Nascentes promovido pela CNA – Confederação da Agricultura e da Pecuária do Brasil e o SENAR – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em 2015 realizou um concurso para incentivar os sindicatos rurais a cadastrar nascentes em propriedades de todo País. Entre março e dezembro foram identificados e protegidos 1.782 mananciais em todo País e Mato Grosso do Sul obteve destaque com a iniciativa realizada no município de Camapuã.

Na avaliação de Terezinha, o resultado alcançado no município se deu pela união dos produtores da região e de toda comunidade. “Sair vencedor em um programa de âmbito nacional é uma conquista para Camapuã e todo o estado. Todos os envolvidos estão de parabéns pelo comprometimento e por comprovar o quanto o setor rural está consciente da preservação do meio ambiente”, aponta a diretora secretária.

O presidente do Sindicato Rural, Saturnino Silvério Pereira, explica que inicialmente não acreditava que o município alcançasse números expressivos, visto que o programa tem alcance nacional. “Não imaginei que pudéssemos ser premiados, já que concorremos com tantos estados, mas, o que importou foi participar da iniciativa e demonstrar a conscientização de nossos produtores com relação à preservação desse recurso tão importante”, ressalta.

Para o diretor executivo, Lucas Galvan, o diferencial do município foi a iniciativa com as escolas. “O concurso realizado com as escolas da rede pública e particular de educação possibilitou que toda comunidade participasse e isso fez toda a diferença. Graças a todos vocês Mato Grosso do Sul se sobressaiu como um Estado que cuida e protege suas nascentes”, argumenta.

Equipe dedicada – A unanimidade do evento pela dedicação e profissionalismo foi a mobilizadora do sindicato, Adriana Lima, que coordenou a participação de todos os setores do município. “Foi um trabalho árduo que exigiu muita dedicação, no entanto, não desanimei em momento nenhum. O reconhecimento nacional de Camapuã é motivo de orgulho para todos nós do sindicato rural e nos estimula a continuar”, avalia a colaboradora.

A mobilizadora do sindicato rural de Camapuã, Adriana Lima.

O produtor rural e membro da diretoria do sindicato, Dário Alves de Souza, lembra que o município tem um histórico de iniciativas voltadas a preservação do meio ambiente local. “A bacia do rio Taquari, começa aqui em nossa região e há muito tempo unimos esforços para preservá-la. Há alguns anos um grupo de produtores iniciou um projeto de coleta de lixo nas margens do rio Coxim, e sempre reforçamos na comunidade que para produzir precisamos de água. Então, nada mais justo do que cuidarmos de nossos mananciais”, reforça.

Pereira declarou que a participação da população e escolas foi fundamental, por investir na formação de cidadãos conscientes. “Na minha propriedade foram cadastradas cinco nascentes, além da área de reserva legal. Aprendi com meu pai a cuidar do que a natureza nos oferece e a produzir, sem destruir”, conclui.

Ao final da cerimônia, os produtores rurais participaram de uma carreata nas ruas da cidade.

Assessoria de Comunicação do SENAR-MS
www.senarms.org.br

Veja também