05/05/2016

Sindicato de Janaúba apoia retorno da ovinocultura ao Norte de Minas

Criadores de ovinos e trabalhadores rurais de Janaúba participaram do curso do SENAR Minas sobre a criação de ovinos de corte. Realizado em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba, o curso tem como objetivo oferecer conhecimentos técnicos, orientações e capacitação sobre a criação de ovinos.

O município de Janaúba já foi um dos maiores na criação de ovinos na região, mas, por falta de incentivos financeiros por parte dos governos, segundo o produtor Ronald de Oliveira Brito, muitos deixaram a atividade retornando ao gado de corte.

Para o instrutor Luciano Piovesan Leme, zootecnista e especialista na criação de ovinos que ministrou o curso, o Norte de Minas tem pontos fortes para o investimento na ovinocultura, clima bom para a atividade, facilidade de manejo, lotação, consorciamento e assistência técnica, dentre outras. Mas é preciso observar alguns fatores, desde o nascimento do cordeiro ao mercado consumidor.

No curso, além de conhecerem as raças e cruzamentos, fatores que afetam o crescimento e desenvolvimento dos cordeiros, os alunos também ficam sabendo sobre alimentação, manejo reprodutivo, sistema de monta, eficiência reprodutiva, instalações adequadas, manejo sanitário e outros fatores que vão definir o sucesso da atividade – além disso, os participantes também são orientados sobre o mercado para o produto.

Para Luciano, que também é produtor de ovinos, a produção de carne de cordeiro de alta qualidade é uma atividade com grande potencial de mercado no Brasil e que vem apresentando crescimento de consumo, principalmente nos grandes centros urbanos. Para viabilizar o sistema de produção de carne de ovinos, o criador deve se preocupar em oferecer uma carne que satisfaça consumidores cada vez mais exigentes e, para isso, tem que buscar orientações e conhecimentos técnicos.

A meta do sindicato rural de Janaúba, conforme o mobilizador Sérgio Vermelho Azevedo, é incrementar e apoiar a atividade, contando para isso com a parceria do SENAR Minas para capacitação dos trabalhadores.

Ainda, conforme Luciano Piovesan, os produtores de ovinos do estado estão buscando junto a FAEMG apoio para conseguir incentivos para a atividade junto ao governo do estado. “Recentemente conseguimos isenção de ICMS (Imposto Sobre Mercadorias e Serviços) para a venda de ovinos para outros estados onde há planta frigorífica, como São Paulo e Rio de Janeiro”.

Assessoria de Comunicação do SENAR Minas
www.senarminas.org.br

Veja também