19/08/2019

Senar inicia Assistência Técnica e Gerencial para agroindústrias de Minas Gerais

Brasília (19/08/2019) – O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) iniciou as ações de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) para agroindústrias de alimentos artesanais em Minas Gerais. A iniciativa vai atender estabelecimentos de produção de queijos artesanais e de processamento de embutidos e defumados.

Depois de passar por uma imersão para alinhamento da metodologia e troca de experiências na sede do Sistema Faemg/Senar Minas, os técnicos especialistas fizeram a primeira visita técnica na quinta (15) à Charcutaria da Serra. Nesse primeiro encontro, foi realizado o diagnóstico produtivo individualizado do estabelecimento rural.

Gesner Belisário explica o processo de embutidos da Charcutaria da Serra à equipe do Senar
Gesner Belisário explica o processo de embutidos da Charcutaria da Serra à equipe do Senar

A agroindústria atua no processamento de embutidos e defumados na região do Circuito Turístico da Serra do Cipó, a 100 quilômetros de Belo Horizonte. Semanalmente são preparados 100 quilos de produtos curados e defumados a partir do processamento de carne suína.

a assessora técnica do Senar, Jessica Neri
a assessora técnica do Senar, Jessica Neri

“O Senar apresenta essa inovação para orientar os proprietários de agroindústrias artesanais em relação às boas práticas de fabricação de alimentos artesanais. A ATeG Agroindústria vai incluir ainda a orientação para a formalização das empresas e comercialização dos produtos, o intuito é que esses empresários obtenham sucesso e garantam a segurança alimentar para seus clientes”, destaca a assessora técnica do Senar, Jessica Neri.

A produtora do queijo Maria Nunes, Christiane Brandão, recebe os técnicos especialistas do Senar
A produtora do queijo Maria Nunes, Christiane Brandão, recebe os técnicos especialistas do Senar

A queijaria Maria Nunes, na microrregião do Serro, foi a primeira agroindústria de queijo artesanal a receber a Assistência Técnica e Gerencial do Senar. A visita dos técnicos especialistas aconteceu na sexta (16).

Queijo Maria Nunes
Queijo Maria Nunes

O produto elaborado com leite cru foi premiado em junho no concurso mundial do Queijo de Tours, na França, com medalha de prata. Concorreram mais de 900 produtos de 20 países.

As ações de ATeG para a agroindústria compõem um dos eixos temáticos do Programa de Alimentos Artesanais e Tradicionais do Brasil do Sistema CNA/Senar para estimular a diversificação e a agregação de valor aos produtos elaborados pelos pequenos e médios produtores rurais. Outros eixos do programa são: Organização Coletiva, Regulamentação, Comercialização e Marketing e Tributação e Crédito.

De acordo com o coordenador de Formação Profissional Rural do Senar Minas, Luiz Ronilson Paiva, as agroindústrias de embutidos e de queijo têm maior representatividade no estado, motivo pelo qual foram escolhidas para iniciar esse programa.

o coordenador de Formação Profissional Rural do Senar Minas, Luiz Ronilson Paiva
o coordenador de Formação Profissional Rural do Senar Minas, Luiz Ronilson Paiva

“Queremos estimular a produção com foco na qualidade, boas práticas e, principalmente, em relação à gestão do processo produtivo. Nosso principal objetivo é ajudar os produtores e proprietários de estabelecimentos rurais a estruturarem o negócio rural para a formalização de acordo com a legislação vigente”, afirma.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor

twitter.com/SistemaCNA

facebook.com/SistemaCNA

instagram.com/SistemaCNA

facebook.com/SENARBrasil

Áreas de atuação

Empreendedores Familiares Rurais

Veja também