07/06/2016

SENAR atualiza instrutores de Agricultura de Precisão

A crise econômica tem mostrado um fato interessante: o êxodo rural às avessas. Trabalhadores que não encontram uma colocação no mercado de trabalho na cidade têm procurado no campo a saída para o desemprego. Com isso, a demanda por formação profissional rural cresceu consideravelmente, principalmente na área de máquinas e implementos agrícolas. A análise é do coordenador do Programa Nacional de Agricultura de Precisão do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), Rafael Diego Nascimento da Costa. “Você encontra emprego na cidade? Encontra, mas o mercado de trabalho é muito mais competitivo. Já no meio rural, a demanda sempre existiu, e agora essas pessoas estão migrando da cidade e ocupando espaços no campo.”

Para atender essa demanda, o SENAR iniciou este mês, em parceria com duas empresas do setor, a atualização dos instrutores de agricultura de precisão da Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, São Paulo, Tocantins, Paraná e Rondônia. Em Goiás, o curso acontece esta semana, na John Deere.

“Temos percebido uma procura crescente de treinamentos em agricultura de precisão, seja porque há trabalhadores nas fazendas precisando de capacitação, seja pelo surgimento de novas tecnologias que requerem profissionais qualificados para lidar com máquinas com tecnologia embarcada. Com isso, o SENAR tem se preocupado em atualizar cada vez mais seus instrutores e atuar mais ativamente na ponta, capacitando produtores e trabalhadores rurais”, explica Rafael Diego.

Na John Deere, serão quatro cursos de 40 horas-aula, voltados para colheitadeiras de Grãos, colhedoras de cana e tratores. Os cursos vão acontecer, em Goiânia (GO), Horizontina (RS), Ribeirão Preto e Campinas (SP), entre os meses de junho, julho e setembro. Na Stara, serão cinco treinamentos voltados para o pulverizador imperador 3.0, o controlador Topper 5500 e a telemetria, um sistema que permite a medição e a comunicação de informações através de dados, enviados via comunicação sem fio (rádio ou satélite). Serão realizados nos municípios de Dourados (MS), Uberaba (MG), Assis Chateaubriand (PR) e Jataí (GO), nos meses de junho e julho.

O programa de AP

O SENAR criou o Programa Nacional de Agricultura de Precisão em 2011, e iniciou em 2012 com a realização de seminários de sensibilização em nove estados. De lá para cá, fechou diversas parcerias com empresas do setor, instituições de ensino e pesquisa para atualização de instrutores. O programa é dividido em sete módulos e tem carga horária de 120h. Atualmente, Distrito Federal, Goiás, Rondônia, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Bahia, São Paulo, Tocantins, Minas Gerais, Maranhão e Piauí fazem parte do programa. O SENAR também disponibiliza no seu portal de educação a distância (www.senar.org.br/ead) três capacitações em agricultura de precisão: Introdução à Agricultura de Precisão, Agricultura de Precisão na Distribuição de Corretivos e Fertilizantes e Sistemas de Orientação por Satélite. Para mais informações sobre o programa de AP do SENAR, acesse o blog: www.senar.org.br/agricultura-precisao .

Assessoria de Comunicação do SENAR
(61)2109-4128
www.senar.org.br
www.facebook.com/SENARBrasil
www.twitter.com/SENARBrasil

Veja também