Sergipe

11/02/2019

Programa Negócio Certo Rural auxilia no gerenciamento da propriedade

Por: Do Senar/SE

Com ferramentas simples de gestão, os produtores rurais aprendem durante o Programa Negócio Certo Rural a desenvolver e melhor administrar a sua propriedade. O programa é voltado para pequenos produtores rurais e suas famílias.

O programa Negócio Certo Rural tem 46 horas, sendo duas horas de consultoria na sala de aula e quatro horas de consultoria na propriedade. O Negócio Certo Rural também é oferecido na modalidade à distância no portal EaD-SENAR.

O produtor rural do povoado Sucupira, em Estância, Rogério Vieira da Costa, trabalha há 20 anos com agricultura e conta que não tinha o hábito de anotar os gastos da sua produção. Os principais produtos produzidos por Rogério são: macaxeira, mandioca, laranja, abacaxi, mamão e pimenta.

O produtor rural do povoado Sucupira, em Estância, Rogério Vieira da Costa, trabalha há 20 anos com agricultura e conta que não tinha o hábito de anotar os gastos da sua produção. Os principais produtos produzidos por Rogério são: macaxeira, mandioca, laranja, abacaxi, mamão e pimenta.

Rogério afirma que o curso mostrou a importância de fazer cálculos na propriedade. "No começo foi ensinando umas coisas que a gente achava que sabia. Tipo, como plantar o maracujá, o que precisa. Não anotava para ver o que estava fazendo. O curso ensinou a anotar tudo. Não fazia isso. Se você perguntasse quanto você fez no maracujá eu não saberia responder”, afirma Rogério.

Rogério foi um dos produtores beneficiados

Programa

O Programa Negócio Certo Rural é dividido em cinco encontros. Primeiro os produtores realizam o diagnóstico da propriedade. No segundo momento, os produtores identificam as ideias de negócio. No terceiro encontro, eles começam a descrever a ideia de negócio e utilizam as ferramentas para fazer a descrição, cálculos do negócio e investimentos. No quarto encontro, eles vão avaliar se o negócio é viável ou não. Por fim, é realizada a consultoria na propriedade.

Segundo a técnica de campo Paula Yaguiu, anotar é uma das principais dificuldades dos produtores. Paula lembra que apesar do produtor Rogério ter experiência no cultivo de várias culturas ele não realizava cálculo.

 “A propriedade de Rogério possui de tudo e ele só está começando a anotar agora. Ele diz que o abacaxi deu dinheiro, mas ele não tem o controle do que é despesa da produção e despesa doméstica. Fazemos todo o acompanhamento. Temos consultorias de sala de aula. Revemos o caderno e ajudamos a fazer as contas e depois do quinto encontro tem a consultoria de campo. Visitamos as propriedades para ver a implantação do negócio dentro da propriedade”, explica Paula.

Produtores aprendem a calcular

Áreas de atuação

Empreendedores Familiares Rurais

Veja também