26/06/2018

Programa Agrobrazil inicia terceira edição em Minas Gerais

São Roque de Minas/MG (26/06/2018) – Um grupo formado por adidos agrícolas e representantes de embaixadas de cinco países começou a conhecer a produção de café e produtos lácteos de Minas Gerais nesta segunda (25). A iniciativa faz parte da terceira edição do Programa de Intercâmbio AgroBrazil, da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

A programação começou na Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (FAEMG), em Belo Horizonte, onde os convidados do México, Holanda, Coréia do Sul, Tailândia e França assistiram a apresentações sobre o agronegócio brasileiro, a produção agropecuária mineira e a estrutura do Sistema FAEMG/Senar Minas. O estado é o maior produtor nacional de café e leite, correspondendo por 52,9% e 27% da produção nacional, respectivamente.

“Eu acho que é fundamental trazer o pessoal desses países, para os quais muitas vezes nós exportamos produtos, para que eles conheçam a qualidade da nossa produção e a sustentabilidade com que ela é feita. Isso evita mal-entendidos que têm acontecido mundo afora e para que não sejam usados, comercialmente, dados que não condizem com a verdade”, disse o presidente da FAEMG, Roberto Simões.

O AgroBrazil busca aproximar produtores rurais brasileiros e os representantes de delegações estrangeiras no Brasil. O objetivo é apresentar a realidade da produção agropecuária brasileira e as ações e técnicas que a tornaram o principal setor da economia nacional.

“Dessa forma eles podem levar informações aos seus países para, quando forem negociar com os brasileiros, saberem do que está sendo falado, qual o tipo de produto e como é produzido no Brasil. Além disso, saberão quais as dificuldades e as vantagens que o produtor brasileiro tem de produzir aqui”, afirmou a superintendente de Relações Internacionais da CNA, Lígia Dutra.

Roteiro - A programação prosseguiu com a visita a uma propriedade produtora de leite. Localizada na divisa dos municípios de Divinópolis e Perdigão, a Fazenda Grota Grande vem aumentando os seus índices de produtividade com técnicas que proporcionam bem-estar animal e sustentabilidade. Com 80 vacas holandesas em lactação, a propriedade tem uma produção média de 1.800 litros por dia e utiliza sistemas de tratamento de dejetos.

“Eu acho esse intercâmbio de suma importância porque traz muita informação útil para a gente. Acredito que só teremos crescimento na medida em que houver um entrosamento com as pessoas de outros países e regiões”, declarou o proprietário da Fazenda Grota Grande, João Orlando de Camargos.

A viagem terá duração de três dias. Nesta terça-feira (26), o grupo visita a Associação dos Produtores de Queijo Canastra (Aprocan), a Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (COOXUPÉ) e o Complexo Industrial Japy. Amanhã, a comitiva conhecerá a Fazenda Bela Vista, especializada em pecuária leiteira, e a Monte Alto Coffees.

Para o conselheiro agrícola da embaixada do México, José Luís Gonzalez Uribe, o Programa AgroBrazil oferece a oportunidade dos estrangeiros conhecerem de perto não somente as culturas tradicionais do Brasil, mas também aquelas que são importantes para a agricultura familiar, industrial e de exportação.

“Isso representa a oportunidade de encaminharmos informações de primeira mão, com conhecimento, para que nossos ministérios envolvidos na produção agrícola possam complementar dados com o Brasil. Também é muito importante para os produtores mexicanos, que agora estão procurando outras opções além dos Estados Unidos”, destacou Uribe.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109 1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA 
instagram.com/SistemaCNA

Áreas de atuação

Café Pecuária de Leite

Veja também