13/05/2016

Produção à base de leite de búfala ganha estímulo em Itamarandiba

Sabor, delicadeza, textura e qualidades nutricionais foram propriedades observadas na produção do curso de Pasteurização do Leite e Fabricação de Laticínios e Afins do SENAR Minas, realizado no povoado de Divino, zona rural do município de Itamarandiba, no Vale do Jequitinhonha.

O leite trabalhado durante o curso foi exclusivamente o de búfala. Foram capacitados 13 produtores de queijos. O curso foi demandado pelo trabalhador e produtor rural Márcio Araújo, que fez o mesmo curso há seis meses.

Catarina Pena Monteiro de Castro foi a instrutora que ministrou as 40 horas de aulas e explicou que o interesse do treinamento na região se deveu à agroindústria de derivados do leite, que já está em construção nas dependências da fazenda que Márcio gerencia.

Além dos elogios ao resultado da produção e qualidade dos derivados produzidos com o leite de búfala, Catarina ressaltou o rendimento quando comparado ao leite de vaca. “O leite de búfala tem maior porcentagem de gordura e proteína, o que aumenta o rendimento dos derivados em quase 50%”.

Durante as aulas os participantes aperfeiçoaram conhecimentos e adquiriram novas técnicas. Eles estudaram sobre boas práticas de fabricação, análise do leite, pasteurização lenta, preparo e manutenção da salmoura, noções para comercialização regularizada e outras habilidades da atividade.

Dentre os derivados fabricados durante o curso, Catarina destacou o seguinte quadro de rendimento, a título de comparação:

Assessoria de Comunicação do SENAR Minas
www.senarminas.org.br

Veja também