06/06/2016

Prevenir é o melhor caminho

Legislação, segurança, comportamento do fogo, incêndios florestais, manejo integrado do fogo e educação ambiental no processo de prevenção são alguns dos conteúdos que os instrutores do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Minas Gerais, Paraná, Roraima, Pará, Distrito Federal e Goiás recebem, a partir desta segunda-feira (06), durante uma capacitação do programa Prevenção e Controle do Fogo na Agricultura ministrada por técnicos do Prevfogo - Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em Brasília.  Participam do curso também, instrutores do Prevfogo e da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri) do Distrito Federal.

A partir da capacitação, dois cursos de Formação Profissional Rural (Prevenção e Controle do Fogo na Agricultura, Queima Controlada e Alternativas ao Uso do Fogo) serão ofertados pelas Administrações Regionais. Para a instrutora de Roraima, Kely Bezerra, os cursos serão bem-vindos no seu estado, que ainda não tem nenhuma iniciativa nessa área. “Existe uma grande demanda por capacitações em manejo e controle de fogo. Tivemos um grande incêndio em 2013 no estado e, a partir disso, o SENAR viu a necessidade de capacitarmos nossos produtores para prevenção. Esse curso tem uma programação que vai nos ajudar a difundir informações e a trabalhar preventivamente no controle do fogo”, comemora. 

Kely Bezerra

Em Minas Gerais e no Paraná, o SENAR já realiza capacitações de combate ao fogo, porém, voltadas especificamente para as usinas de cana-de-açúcar e para as empresas com bases florestais. “Nós realizamos há dois anos em Minas o curso Vigia Florestal, que capacita o produtor para combater futuros incêndios florestais na sua propriedade. Essa capacitação do Prevfogo veio somar o conhecimento que já tenho e vai contribuir imensamente com o trabalho que realizamos no estado. Vou reciclar o conhecimento aprendendo novas técnicas de combate do fogo”, conta o instrutor José Maurício Lopes Pinto, que atua há 20 anos na área e ajudou na elaboração do curso Vigia Florestal no SENAR Minas.

José Maurício Lopes Pinto

Segundo o engenheiro florestal do SENAR Paraná, Neder Maciel Corso, a Regional tem fixo no catálogo de capacitações um curso desde 2010, quando a entidade começou a receber demandas de empresas do setor florestal e das usinas de cana. “Começamos com ações-piloto em 2010 devido às demandas, mas apenas em 2011, com auxílio da Universidade Federal do Paraná, elaboramos o manual de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais. Nossa intenção nesta capacitação é saber qual a proposta para capacitar o produtor e levar isso para o estado, seja para melhorar o curso que já realizamos ou ofertar um produto diferenciado”, explica. Este ano, Corso ressalta, o SENAR Paraná também vai atender empresas de silagem e armazenagem que precisam cumprir as normas da legislação local, que prevê um brigadista de incêndio em todas as edificações do estado.

O engenheiro mostra o manual de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais criado pelo SENAR Paraná.

Para o coordenador técnico do Prevfogo/Ibama e instrutor de brigadas Rodrigo de Moraes Falleiro, a parceria com o SENAR é fundamental para orientar e levar assistência técnica ao produtor rural. “É preciso conscientizar o produtor e realizar um trabalho de assistência técnica aliada a novos conhecimentos para que ele possa planejar sua propriedade, pensar em como evitar que os incêndios ocorram e como estar bem preparado, caso ocorra, porque o produtor rural é também muito prejudicado com os incêndios, com grandes prejuízos em lavoura temporária, perene, máquinas agrícolas, cercas, etc. Os prejuízos são imensos. Por isso é muito importante que ele esteja bem preparado e o SENAR terá papel fundamental não só para o planejamento de ações na propriedade, mas também para substituir certas práticas por outras que podem dar muito mais retorno econômico para ele do que o fogo.”

Coordenador técnico do Prevfogo/Ibama, Rodrigo de Moraes Falleiro.

O curso segue até sábado, dia 11, e a programação inclui aulas teóricas e práticas. A prática será realizada na sexta-feira (10), no Núcleo de Tecnologia em Piscicultura da Seagri/DF. Além da capacitação de instrutores, o programa Prevenção e Controle do Fogo na Agricultura do SENAR também terá material informativo e o curso Prevenção e Controle de Fogo na Agricultura na modalidade de ensino a distância, que já está disponível no portal EaD SENAR (www.senar.org.br/ead) .

Assessoria de Comunicação do SENAR
(61) 2109-4128
www.senar.org.br
www.facebook.com.br/SENARBrasil
www.twitter.com.br/SENARBrasil
Fotos: Tony Oliveira

Veja também