08/06/2016

Presidentes de sindicatos rurais participam de encontro promovido pelo Sistema FAEPA/SENAR

O 45º Encontro Ruralista de Presidentes de Sindicatos Rurais de 144 municípios do estado do Pará, realizado nessa terça-feira (07/06), em Belém, reuniu aproximadamente 150 pessoas entre líderes ruralistas e representantes da Federação da Agricultura e Pecuária do Pará. Um dos pontos altos da programação foi a apresentação do SENAR nas Nuvens, uma ferramenta de gestão de informações criada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR).

A reunião foi conduzida pelo presidente do Sistema FAEPA/SENAR-PA, Carlos Xavier, acompanhado dos diretores Vilson Schuber e Ribamar Sizo, e do superintendente do Senar, Walter Cardoso. Participaram da cerimônia de abertura o deputado federal Hélio Leite, o deputado estadual Sidney Rosa, o superintendente Federal de Agricultura, Josenir Nascimento, o secretário de Desenvolvimento Agropecuário e de Pesca, Hildegardo Nunes, e o diretor geral da Agência de Defesa Agropecuária do Pará, Luciano Guedes.

Carlos Xavier abriu os trabalhos traçando um panorama sobre o atual momento político e econômico vivenciado no Brasil, ressaltando as ações que têm sido desempenhadas pela Federação no sentido de encontrar a melhor solução para os problemas que afetam diretamente a classe rural. Xavier falou sobre questões ligadas às dificuldades causadas por exigências de órgão ambientais e discutiu problemas ligados a segurança no campo e invasões de terra.

Ele falou sobre o tema do encontro e também destacou a importância do setor. “O encontro ruralista é super importante porque debate um dos setores mais dinâmicos da economia brasileira, que é o agronegócio, que está trazendo boas notícias ao Brasil, apesar da crise, segurando o emprego e batendo recordes de exportação.” Xavier destacou a força do agronegócio paraense, suas inúmeros vantagens comparativas, bem como, potencialidades em diversas cadeias como pecuária de corte, florestas, fruticultura e grãos.

SENAR nas Nuvens

O SENAR nas Nuvens é uma ferramenta de gestão de informações criada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), em parceria com uma empresa especializada, para auxiliar as Administrações Regionais nos processos da Formação Profissional Rural (FPR) e da Promoção Social (PS).

A assessora técnica do SENAR nas Nuvens, Patrícia Machado

A assessora técnica do SENAR nas Nuvens, Patrícia Machado, disse que com essa ferramenta, todos os agentes envolvidos nos processos da Formação Profissional Rural e da Promoção Social ficam responsáveis diretamente por cada etapa, desde a solicitação das demandas pelos sindicatos e elaboração do Plano Anual de Trabalho (PAT) à conclusão do treinamento e certificação dos participantes ou do evento realizado pela Regional. “Com isso, será possível levantar, com facilidade, os quantitativos do SENAR em todo o País”, ressaltou Patrícia.

“O SENAR nas Nuvens é a chance que a Administração Regional tem para organizar o processo de FPR e PS, descrito na Série Metodológica, envolver e comprometer todos os agentes e parceiros, e, assim, garantir maior acompanhamento e controle das informações, além de maior qualidade na formação profissional rural e promoção social que a instituição oferece”, explicou.
A atualização do SENAR nas Nuvens é diária, o que facilita o registro e a busca de informações para a elaboração de relatórios, por exemplo. A ideia é que ao implantar e utilizar a ferramenta, a Regional deixe de usar o GAS – Gestão de Atividades do SENAR, onde o registro é feito a cada quatro meses. “As etapas ficam mais transparentes e o processo tende a fluir de forma mais organizada e com possibilidade de maior controle e garantia de qualidade”, comentou.

SENAR, a maior escola da terra

Superintendente do SENAR/PA, Walter Cardoso

Em seguida, o superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), Walter Cardoso, apresentou os números da instituição em 2015 e destacou a ampliação do portfólio nas áreas de formação, educação, inovação e assistência técnica para os homens e mulheres do campo.

Inovação Sindical
Ao final da tarde,  Celso Botelho coordenou o painel sobre Sindicato Forte, que contou com a participação das equipes técnicas do Sistema FAEPA/SENAR, e do representante do Departamento de Arrecadação e Cadastro/Sindical da CNA em Brasília, Evandson Silva de Deus.

Celso destacou que palavra da vez para o sindicalismo rural é inovação. “ Ela vai chegar com ações estruturadas em cinco projetos: regularização, estruturação, atuação, comunicação e a parceria do Sistema CNA/SENAR”.

Em relação à regularização sindical, as principais ações são a adequação dos sindicatos às normas do Ministério do Trabalho e Emprego e a atualização dos estatutos conforme a legislação. Está prevista a criação de mais um manual de excelência sindical “Passo a Passo” e o aprimoramento do sistema de cadastro de informações sindicais da CNA.

Sobre a estruturação, a ideia é organizar o Departamento Sindical da CNA para coordenar as ações e programas de evolução, acompanhamento e assessoramento das Federações e Sindicatos, além de implantar o departamento nas Federações que não tem e disponibilizar um sistema para auxiliar a gestão das entidades sindicais.

No projeto voltado à atuação sindical, a novidade será o estímulo ao empreendedorismo e a criação de uma Escola de Gestão Sindical, que ficará responsável pela capacitação e treinamento de dirigentes e funcionários dos sindicatos rurais. “O Sistema quer ampliar a representatividade dos sindicatos e, para isso, é necessário ter colaboradores capacitados para aumentarmos o leque de serviços prestados. Queremos que a Escola de Gestão Sindical seja um centro de excelência”, revelou.

Já a comunicação sindical será estratégica. A ideia é criar uma ação nacional que se torne representativa para o setor. A intenção das entidades envolvidas é colocar em prática os projetos da Inovação Sindical até o fim deste ano.

Programação desta quarta-feira, 8 de junho

No segundo dia do encontro serão abordados assuntos como: Polos de Desenvolvimento no Pará, com Dr. Hildegardo Nunes, Dr. Paulo César Quartiero e Dr. Joésio Siqueira; Assinatura de Convênios; Programas do Ministério da Integração Nacional para a Amazônia, com ministro Helder Barbalho; Momento Político Nacional, com Dr. Roberto Brant e Dr. Og Arão Vieira Rubert, do Instituto CNA; Pecuária Moderna, com Dr. Décio Coutinho, da CNA. No encerramento do encontro haverá apresentação e degustação Brangus e outras raças.

O evento é uma realização do Sistema FAEPA/SENAR-PA e conta com apoio da CNA e do Instituto CNA.

Assessoria de Comunicação do Sistema FAEPA/SENAR-PA
www.faepanet.com.br

Veja também