23/01/2020

Na Índia, CNA participa de seminários e se reúne com ministros

Brasília (23/01/2020) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou na quinta (23), em Nova Deli, de seminários empresariais e reuniões com autoridades do governo da Índia.

A programação faz parte da missão oficial do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para ampliar e diversificar o comércio com o país asiático. O diretor de Relações Internacionais da CNA e presidente da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), Gedeão Pereira, compõe a comitiva.

No “Seminário sobre Oportunidades em Energia e Mineração”, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, destacou que existe um enorme potencial de cooperação entre os dois países no setor de bioenergia.

“O aumento da fabricação de etanol pela Índia ajudará na regulação do preço do açúcar no mercado mundial, que está em queda”, disse.

Gedeão afirmou que a possibilidade de cooperação com o país pode incentivar a redução da poluição nas grandes cidades. “A Índia possui mais de 1,3 bilhão de habitantes e enfrenta grandes desafios. Nós estamos buscando soluções tecnológicas para ampliar a produção e o uso do etanol nesse país”.

A delegação brasileira também participou do “Encontro Empresarial sobre Complementariedade e Parceria em Segurança Alimentar”, que reuniu representantes do Fórum dos Importadores de Alimentos da Índia e da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Segundo o diretor de Relações Internacionais da CNA, os indianos, por questões religiosas, não têm o hábito de consumir carne bovina e optam pelo consumo de outras proteínas, como frango e suíno. “O Brasil tem tecnologia e qualidade para se tornar um grande fornecedor de frango para esse mercado”, destacou.

Além dos seminários, o grupo se reuniu com os ministros da Agricultura e Bem-Estar dos Agricultores, Narendra Singh Tomar, e de Abastecimento, Alimentos e Distribuição Pública, Ram Vilas Paswan.

A partir de sexta (24), a comitiva brasileira que acompanha a ministra integrará a do presidente Jair Bolsonaro no país. Está prevista a assinatura de até 12 acordos comerciais e um deles deve contemplar o setor de etanol.

De acordo com dados da CNA, a Índia é o oitavo maior produtor mundial de etanol, com quase 2 bilhões de litros em 2018. O país já mistura 7% de etanol na gasolina e pretende aumentar a mistura para 10% em 2020 e 20% em 2030. A possível cooperação com o Brasil poderia reduzir os estoques de açúcar na Índia, que atualmente derrubam o preço internacional.

Assessoria de Comunicação CNA, com informações do Mapa
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil

Áreas de atuação

Relações Internacionais

Veja também