14/06/2019

CNA participa de Seminário sobre Alimentação e Pecuária China-Brasil

Pedro Pereira (primeiro à direita) ao lado de outros palestrantes do evento.

Brasília (14/06/2019) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou, na sexta (14), do Seminário de Alimentação e Pecuária China-Brasil, no Rio de Janeiro. O assessor técnico da Superintendência de Relações Internacionais da entidade, Pedro Pereira, foi um dos palestrantes e falou sobre as relações comerciais do setor agropecuário brasileiro com a China.

“Mostrei que apesar das oportunidades, temos alguns desafios a superar e avançar ainda mais no comércio, principalmente buscando maior agilidade e transparência na negociação de certificados para a importação de produtos brasileiros como frutas e lácteos e também na habilitação de novas plantas frigoríficas para a venda de carnes”.

O evento foi promovido pelo Consulado Geral da República Popular da China no Rio de Janeiro, Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), Câmara do Comércio da Importação e Exportação dos Gêneros Alimentícios, Produtos Nativos e Subprodutos Animais da China (CFNA) e pela China Trade Center.

“Os chineses já são grandes parceiros, mas só com o diálogo podemos aproveitar melhor as novas oportunidades que surgirem”, ressaltou Pedro Pereira. “Temos muito a ganhar com essa maior aproximação. Além de importadores dos nossos produtos, os chineses possuem tecnologias avançadas para vários setores do agro, com destaque para suinocultura e aquicultura.”

Ji Hong, do Departamento do Comércio da província de Guizhou, apresentou seu estado como grande produtor agrícola de pimenta, plantas medicinais, chás e o Moutai, tradicional bebida alcoólica chinesa. Afirmou que tem interesse em exportar esses produtos e o Brasil pode ser um parceiro.

O representante da Secretaria de Promoção de Investimentos e Cadeias Produtivas de Minas Gerais, Juliano Alves Pinto, também participou do debate. Segundo ele, o estado pretende ser um grande fornecedor de alimentos para China e intensificar a troca de tecnologias para o setor.

Já Tong Weidong, presidente da Câmara do Comércio da Importação e Exportação da China, afirmou que quer descobrir novas oportunidades de negócios no Brasil, além dos tradicionais setores que hoje fazem parte do comércio.

Na parte da tarde, representantes da MMA Advogados e do banco Bocom BBM apresentaram o cenário de investimentos, destacando a área se energia, arrendamento de terra para cultivo, armazenagem e serviços financeiros.

O assessor da CNA também participou de uma mesa redonda sobre o comércio de carnes, juntamente com Yang Shui, da Jiangsu Amiya Investment, e Tatiana Cunha Redonda, da Tag Force Assessoria Agropecuária.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil

Áreas de atuação

Relações Internacionais

Veja também