09/10/2019

CNA discute comunicação de risco em defesa sanitária com autoridades do Cone Sul

Lilian Figueiredo representou a CNA no encontro internacional

Brasília (09/10/2019) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou, em Montevidéu (Uruguai), nos dias 7 e 8 de outubro, de um evento para alinhar estratégias de comunicação de risco em casos de foco de doenças sanitárias em animais e problemas com a inocuidade de alimentos com autoridades do Cone Sul.

O encontro contou com a participação de representantes dos setores público e privado dos países do bloco (Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile). Durante as atividades, cada país relatou como é feita a comunicação atualmente e foi elaborada uma proposta geral que será apresentada hoje (9), na reunião do Comitê Veterinário Permanente do Cone Sul (CVP).

O documento contém estratégias de comunicação de risco baseadas em três linhas de ação: comunicação entre os atores interessados no assunto, comunicação oficial para público externo e comunicação pré-crise. A ideia é envolver todas as entidades que podem ser acionadas em caso de algum evento sanitário relevante.

Segundo a coordenadora de produção animal da CNA, Lilian Figueiredo, trata-se de um plano de ação para o trabalho em conjunto entre setores público e privado, comissões de risco, serviços veterinários e a sociedade, tanto em tempos de crise quanto de paz.

“Discutimos como deve ser essa comunicação, quais os meios e qual a frequência, entre outros pontos, além do que cada ator envolvido no processo deve fazer em caso de uma emergência sanitária”, disse Lilian.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil

Veja também