22/07/2019

CNA debate futuro das políticas de pesquisa agropecuária do Brasil

Brasília (22/07/2019) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou na segunda (22), em Ilhéus (BA), do 57º Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural (Sober) para debater questões sobre agricultura, alimentação e desenvolvimento no país.

O coordenador de Produção Agrícola da CNA, Maciel Silva, participou do painel “Os desafios para as políticas de pesquisa agropecuária no Brasil” e falou da expectativa dos produtores rurais em relação ao tema.

“A pesquisa foi primordial para o desenvolvimento da agropecuária brasileira. Ela contribuiu fortemente para que o país se tornasse referência em agricultura tropical no mundo. No entanto, ela precisa de transformações para que a evolução continue na mesma velocidade em que os produtores e consumidores de alimentos demandam”.

Coordenador de Produção Agrícola da CNA, Maciel Silva

De acordo com Maciel, ser ágil na identificação das necessidades dos produtores rurais e adequar o desenvolvimento científico a elas são o primeiro passo para a mudança.

“O segundo passo diz respeito ao financiamento da pesquisa. Ter condições legais para explorar comercialmente os produtos do desenvolvimento científico também é parte da mudança. O orçamento público encontra-se cada vez mais restrito. As instituições deverão ter a oportunidade de serem autossustentáveis”.

Participaram também do debate representantes do Senado Federal, do Conselho Nacional das Entidades Estaduais de Pesquisa Agropecuária (Consepa) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil

Veja também